Desigualdade, pobreza e crescimento: uma análise comparativa entre Mato Grosso e Santa Catarina

Dirceu Grasel, Edmar Augusto Vieira, Marcela Pereira Mendes, Regiane Berchieli

Resumo


O propósito deste estudo é tentar compreender por que e até que ponto as diferenças nas estruturas produtivas e sociais de Mato Grosso e Santa Catarina determinam situações mais ou menos favoráveis quanto ao impacto do crescimento econômico na redução da pobreza e da desigualdade social. Como ferramenta de análise utilizou-se os índices de desigualdade de Gini e de Theil, sendo que no estudo da relação entre taxa de pobreza e renda per capita foi empregado um modelo de regressão linear por Mínimos Quadrados Ordinários (MQO). A elasticidade-renda da pobreza possibilitou a comparação da eficiência do crescimento econômico entre os Estados. Os principais resultados são de que o impacto do crescimento econômico na redução da pobreza é maior em Santa Catarina e que a baixa eficiência relativa do crescimento econômico em Mato Grosso suscita a discussão de abordagens complementares e requer algum tipo de compensação adicional em termos de investimento social.

Palavras-chave


crescimento; pobreza; desigualdade.

Texto completo:

PDF/A


Creative Commons License
Revista Textos de Economia. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN: 2175-8085 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
> > > > >