Projetos ferroviários em Santa Catarina: as tentativas fracassadas para formar um sistema ferroviário catarinense

Alcides Goularti Filho

Resumo


O objetivo deste artigo é descrever e analisar os projetos ferroviários não executados em Santa Catarina apresentados entre os anos de 1867 a 1923. O texto está dividido em cinco partes. Inicialmente, faremos uma breve introdução sobre a primeira tentativa de implementação de uma ferrovia em Santa Catarina nos terrenos carboníferos em Laguna. Em seguida, apresentaremos as concessões estaduais da Estrada de Ferro Nova Capital ao Litoral – 1895, Estrada de Ferro São Francisco a Estreito – 1895, Estrada de Ferro Brusque a Itajaí – 1895, Ferrovia de Florianópolis – 1896, Estrada de Ferro São Francisco a Jaraguá – 1896, Estrada de Ferro Porto Belo ao Planalto Serrano – 1898, Estrada de Ferro Blumenau ao Rio Negro – 1898 e Estrada de Ferro Porto Belo ao Rio Iguaçu – 1912. Em terceiro lugar, discutiremos com mais profundidade os seguintes projetos: Estrada de Ferro Dom Pedro I, Estrada de Ferro Estreito a Lages, Estrada de Ferro São Francisco-Assunção e a Estrada de Ferro Estreito-Chopim. Em seguida, será apresentado o projeto da integração da EFDTC com a EFSPRG, ligando o sul com o oeste. E por último, o projeto frustrado da Rede Catarinense de Viação Férrea de 1923, que integraria todo o Estado formando um sistema ferroviário catarinense.


Palavras-chave


Projetos ferroviários; Santa Catarina; História econômica

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8085.2009v12n1p81

Creative Commons License
Revista Textos de Economia. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN: 2175-8085 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
> > > > >