A burocracia da DARPA: competição controlada entre "conservadores" e "críticos"

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1806-5023.2020v17n2p68

Palavras-chave:

DARPA, Concorrência, Burocracia, Defesa, Sociologia da Ciência

Resumo

Nesse artigo analisamos a formação e composição da mais importante Agência de financiamento a Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em Defesa do mundo. Desde 1972 intitulada Agência de Projetos Avançados de Pesquisa em Defesa, a DARPA é conhecida por ter financiado inicialmente os laboratórios que criaram tecnologias centrais para o modo de vida moderno, especialmente os Computadores Pessoais e a Internet, ou que revolucionaram os assuntos militares, como o desenvolvimento dos Caças furtivos e drones. Através do estudo do período entre 1958-1989 desenvolvemos uma tipologia que distingue e relaciona os grupos sociais historicamente envolvidos com a concorrência pelo acesso e controle de sua burocracia, as posições de Gerência e Diretoria. Identificamos, a partir desse estudo, a formação de duas alianças que rivalizam entre si: a dos “conservadores” (associação das Forças Armadas com a Base Tecnológica de Defesa) e as dos “críticos” (associação da Academia e da Base Tecnológica Comercial).

Biografia do Autor

Lucas Buosi, Universidade de Brasília

Bacharel em Ciências Sociais - UFSCar

Mestre em Sociologia - UFPR

Doutorando em Sociologia - UNB

Referências

AMERICAN INSTITUTE OF PHYSICS. Interview of Charles Herzfeld by Finn Aaserud. College Park: Niels Bohr Library & Archives. 1991.

BARBER, Richard J. The Advanced Research Projects Agency, 1958-1974. Washington. 1975.

BANDEIRA, Luiz Alberto Moniz. Formação do império americano. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

BONVILLIAN, William B.; VAN ATTA, Richard; WINDHAM, Patrick (Ed.). The DARPA Model for Transformative Technologies: Perspectives on the US Defense Advanced Research Projects Agency. Open Book Publishers, 2020.

BROAD, William J. Pentagon Wizards of Technology Eye Wider Civilian Role. New York Times: 22 out. 1991.

CARNEGIE COMMISSION ON SCIENCE, TECHNOLOGY, AND GOVERNMENT. Technology and Economic Performance: Organizing Executive Branch for Stronger National Technology Base, Carnegie Commission on Science, Technology, and Government, 1991.

COMMITTEE ON SCIENCE, Public Policy (US). Panel On The Government Role In Civilian Technology: The government role in civilian technology: building a new alliance. National Academies Press, 1992.

COOK, Fred J.; DE CASTRO FERRO, Fernando; RUSSEL, Bertrand. O estado militarista. Ed. Civilização Brasileira, 1964.

DARPA. 60 years, 1958-2018. 2018. Disponível em: <http://bit.ly/2S0gYjZ>. Acessado em: 05 fev. 2020.

DARPA. Interview with Dr. Robert Sproull. 2006a. Disponível em: <http://bit.ly/2v4WRIs>. Acessado em 05 fev. 2020.

DARPA. Interview with General Austin Betts. 2003. Disponível em: <http://bit.ly/3759osx>. Acessado em: 05 fev. 2020.

DARPA. Interviem with Mr. Larry Lynn. 2006b. Disponível em: <http://bit.ly/2SyvA9B>. Acessado em: 05 fev. 2020.

DARPA, TV. Turning Technology into Capability. 2018. Disponível em: <http://bit.ly/31t9M2V>. Acesso em: 05 fev. 2020.

DONOHUE, George L.; BUENNEKE JR, Richard H.; WALKER, Wayne G. Why not a Civil DARPA?. RAND, Project Air Force Santa Monica, 1992.

DONOVAN, James A. Militarismo: o caso americano. Civilizacao Brasileira, 1971.

ENGELMORE, Robert S. Reflections on the ARPA Experience. AI Magazine, v. 3, n. 1, p. 11-11, 1982.

JOHNSON, Chalmers. As aflições do império. Rio de Janeiro: Editora Record, 2007.

JACOBSEN, Annie. The Pentagon's Brain: An Uncensored History of DARPA, America's Top-secret Military Research Agency. Little, Brown, 2015.

LEMAY, Curtis E.; SMITH, Dale O. USA em perigo. Biblioteca do Exército, 1970.

MANN, Michael. O império da incoerência. Editora Record, 2006.

MILLS, Charles Wright. A elite no poder. Rio de Janeiro, RJ: Zahar Ed, 1962.

MOORE, Kelly. Disrupting science: Social movements, American scientists, and the politics of the military, 1945-1975. Princeton University Press, 2013.

MORRIS, Ian. Guerra: O horror da guerra e seu legado para a humanidade. Leya, 2015.

NEVES, Fabrício Monteiro. Bíos e Techné: estudo sobre a construção do sistema de biotecnologia periférico. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2015.

PARENTI, Michael. A cruzada anticomunista. Civilização Brasileira, 1970.

REED, Sidney G.; VAN ATTA, Richard H.; DEITCHMAN, Seymour J. DARPA technical accomplishments: an historical review of selected DARPA projects. Institute for Defense Analyses, 1991

ROCKETEER. Arpa will shift space projects. 1959. Disponível em: <http://bit.ly/372t1Sd>. Acessado em: 05 fev. 2020.

SQUEFF, Flávia de Holanda Schmidt; DE NEGRI, Fernanda. Ciência e tecnologia de impacto: uma análise do caso DARPA. 2017.

VON HIPPEL, Karin; VON VONHIPPEL, Karin. Democracy by force: US military intervention in the post-Cold War world. Cambridge University Press, 2000.

WEBER, Max. Conceitos sociológicos fundamentais. Covilhã: LusoSofia, 2010.

WEINBERGER, Sharon. The imagineers of war: the untold history of DARPA, the Pentagon agency that changed the world. Knopf, 2017.

Downloads

Publicado

2020-09-23