Rosenberg e a saga para desvendar o enigma de Espinosa

Um olhar sobre a obra de Irvin D. Yalom

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1806-5023.2021.e79167

Palavras-chave:

Espinosa, Rosenberg, Judeu, Antisemita, Excomunhão

Resumo

O que Goethe poderia ter encontrado de tão especial na obra do filósofo judeu Bento Espinosa, que o fez carregar por um ano inteiro a obra Ética, no seu bolso? Esse seria o enigma que Rosenberg passaria a vida inteira tentando solucionar. Yalom escreve brilhantemente sobre a trajetória dos dois personagens históricos que têm tanto e tão pouco entre si. O presente texto é a resenha da obra de Yalom “O enigma de Espinosa”.

Biografia do Autor

Daniel de Souza Lemos, Seduc RS

Doutorando em História, Mestre em Ciência Política, graduado em Direito e História, pela UFPel. Especialista em Sociologia pela UFRGS.

Referências

YALOM, Irvin D. O enigma de Espinosa: a história do filósofo judeu que influenciou uma das maiores mentes nazistas. Tradução Maria Helena Rouanet. 1ªEd. Rio de Janeiro: Harper Collins, 2019. 432p.

Publicado

2021-09-29