Revendo a história das cidades paulistas: A inserção feminina e a (re)leitura do cotidiano

Lídia Maria Vianna Possas

Resumo


Objetiva-se realizar uma revisão historiográfica e a ampliação dos estudos de “gênero” ao investir na historicização e desconstrução dos estereótipos e dos papéis sociais de homens e mulheres que vivenciaram o processo de formação das cidades do Oeste paulista na primeira metade do século XX. Por meio da interpretação de indícios observados na documentação jurídica e jornalística da cidade de Bauru (SP), foi possível desvelar os silêncios sobre a presença feminina e as formas de repressão à vida das mulheres que, ainda hoje, têm seus desdobramentos no comportamento social e político da sociedade brasileira. A pesquisa é sensível às recentes reflexões e debates sobre os paradigmas da história, atenta aos diferentes movimentos de atores sociais, às temporalidades e aos espaços, possibilitando captar o cotidiano das cidades paulistas e rever as narrativas tradicionais ao demonstrar que tais cidades, colocadas na condição de “periferia”, possuem especificidades ante o processo de modernização e, muitas vezes, rompem a relação causal com a Metrópole paulistana, “centro” dinâmico do capital em expansão.

Palavras-chave


Gênero; Cotidiano; Cidade; São Paulo; Modernidade.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Lídia Maria Vianna Possas

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil