O “Pacto Áureo” e a atuação do movimento espírita mineiro na reestruturação do campo espírita brasileiro

Raquel Marta Silva

Resumo


Este trabalho problematiza as práticas discursivas e as lutas de representação empreendidas pelos líderes da União Espírita Mineira, na reestruturação do campo espírita brasileiro. Esta instituição religiosa foi fundada em Belo Horizonte, em 1908 e, ao longo da primeira metade do século XX, ao se apropriar das representações da mineiridade, procurou divulgar a idéia de que Minas era a responsável pela unificação e harmonização do campo espírita brasileiro.


Palavras-chave


Espiritismo; "Pacto Áureo"; Campo Espírita Brasileiro; Minas Gerais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2010v17n23p51

Direitos autorais 2019 Raquel Marta Silva

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil