O caminho para uma solução satisfatória: a profícua separação da lavoura e da indústria e a produção açucareira no Brasil

Roberta Barros Meira

Resumo


Este estudo pretende analisar as transformações ocorridas na agroindústria açucareira brasileira a partir da segunda metade do século XIX. Demos ênfase às investigações sobre a defesa da separação entre a lavoura e a indústria como forma de implantação dos mecanismos técnicos que possibilitariam um menor custo na produção e o melhoramento da qualidade e da quantidade do açúcar. O engenho central, como foi chamado este novo método produtivo, foi implantado no país a partir da lei Imperial 2687, de 1875. É de destacar, na vasta obra originária desse período, os textos produzidos por técnicos, estadistas e produtores e a insistência desses autores nos benefícios da separação entre a parte agrícola e fabril.


Palavras-chave


Lavoura; Fábrica; Modernização; Engenhos Centrais; Estado

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2010v17n24p134

Direitos autorais 2019 Roberta Barros Meira

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil