Aproximações de acadêmicas do campo da saúde coletiva ao feminismo e às temáticas da saúde sexual e da saúde reprodutiva

Autores

  • Simone Andrade Teixeira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Sílvia Lúcia Ferreira Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2010v17n24p91

Palavras-chave:

Feminismo, Saúde Coletiva, Saúde da mulher

Resumo

Os estudos e discursos das feministas acadêmicas da área da saúde coletiva contribuíram e vêm contribuindo para a elaboração, planejamento, implementação, execução e avaliação de políticas públicas para as mulheres, especialmente no campo da saúde da mulher, em um contexto de cidadania sexual e reprodutiva. Logo, agregar novas pessoas ao pensamento feminista é estratégico para a promoção da saúde da mulher e como incentivo ao reconhecimento dos Direitos Sexuais e dos Direitos Reprodutivos. Esta pesquisa objetivou identificar as formas de aproximação com o feminismo e com a temática da saúde sexual e da saúde reprodutiva com perspectiva feminista, por parte de feministas acadêmicas da área da saúde coletiva. Para tal, foram realizadas entrevistas cujos resultados foram analisados pelo método da análise de conteúdo baseada em Bardin. Dentre os resultados, destacam-se: o espaço universitário foi o local por excelência das aproximações das entrevistadas com o pensamento feminista; a principal forma de aproximação com o feminismo se deu através de contatos pessoais com feministas; a elaboração e implementação do PAISM terminou por se constituir em uma estratégia de divulgação do pensamento feminista por todo o país; o interesse das entrevistadas acerca da temática da sexualidade, da reprodução e da saúde integral da mulher atuou como elemento catalisador da aproximação com o ideário feminista; e, ainda que a retroalimentação entre o movimento feminista e o campo da saúde coletiva se desdobrou em um novo campo de estudos científicos denominado “gênero, sexualidade e saúde reprodutiva”.

Biografia do Autor

Simone Andrade Teixeira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Graduada em Enfermagem pela UCSAL/Ba.

Mestre em Desenvolvimento Sustentável UnB

Doutoranda do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher - NEIM/UFBA

Docente do curso de medicina do Departamento de Ciências Naturais - DCN/UESB

Área Saúde Coletiva

 

Sílvia Lúcia Ferreira, Universidade Federal da Bahia

Enfermeira, doutora docente da Escola de Enfermagem, departamento de Enfermagem Comunitária da UFBA.

Pesquisadora líder do Grupo de Estudos sobre a Saúde da Mulher - GEM/UFBA

Pesquisadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher - NEIM/UFBA.

Downloads

Publicado

2010-12-17