Política e religião no Regime Militar: posicionamentos do legislativo municipal

Autores

  • Frank Antonio Mezzomo Universidade Estadual do Paraná, Câmpus Campo Mourão.
  • Lara Grigoletto Bonini Universidade Estadual de Maringá.

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2013v20n29p29

Palavras-chave:

Religião, Política municipal, Regime Militar

Resumo

O artigo se propõe a analisar as relações de imbricação e permeabilização entre os campos político e religioso, a partir da composição dos dois últimos mandatos do legislativo municipal de Campo Mourão, ocorridos durante o Governo Militar. Foram analisadas as atas e pronunciamentos dos vereadores, projetos de leis, além de homenagens e notas de destaque concedidas para agentes do campo religioso. Verificou-se que diversas instituições religiosas foram subsidiadas pela casa de leis, mediante concessão de recursos financeiros, doação de terrenos, declaração de utilidade pública, entre outros. Com base nas fontes e discussões teóricas é possível concluir que as manifestações religiosas não estão restritas apenas ao espaço privado e as articulações simbólicas são constitutivas das relações sociais.

Biografia do Autor

Frank Antonio Mezzomo, Universidade Estadual do Paraná, Câmpus Campo Mourão.

Doutor em História. Professor do Curso de História da Universidade Estadual do Paraná. Líder do Grupo de Pesquisa Cultura e Relações de Poder.

Lara Grigoletto Bonini, Universidade Estadual de Maringá.

Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Maringá.

Downloads

Publicado

2013-03-24

Edição

Seção

Artigo