Santa Afro Catarina: acervo digital e Educação Patrimonial

Andréa ferreira Delgado, Beatriz Gallotti Mamigonian

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-7976.2014v21n31p86

A reflexão sobre a constituição de um acervo de documentos acerca da presença de africanos e afrodescendentes na Ilha de Santa Catarina para o website “Santa Afro Catarina” é o foco desse artigo. No Programa Santa Afro Catarina, o trabalho com documentos históricos no ofício do historiador e na produção do conhecimento histórico escolar foi articulado a uma proposta de Educação Patrimonial. Composta por um conjunto de projetos que procuram ressignificar o espaço urbano e propor novas abordagens para o ensino da História local e o turismo cultural, a proposta se baseia em tramas históricas constituídas por pesquisa, que dão visibilidade ao protagonismo de homens e mulheres, escravos e libertos de origem africana, numa gama de experiências individuais e coletivas.


Palavras-chave


Acervo digital; Diáspora africana; Educação patrimonial; Ensino de história; Espaço urbano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7976.2014v21n31p86

Revista Esboços - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil