“O combatente melhor alimentado da europa”: a alimentação da Força Expedicionária Brasileira e a aliança brasil-EUA durante a Segunda Guerra Mundial (1943-1945)

Autores

  • Dennison Oliveira Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7976.2015v22n34p116

Palavras-chave:

História da Alimentação, Aliança Militar Brasil-EUA, Segunda Guerra Mundial.

Resumo

Este texto se dedica a história da alimentação da Força Expedicionária Brasileira durante a Campanha da Itália na Segunda Guerra Mundial. São examinados tópicos como as negociações militares entre autoridades estadunidenses e brasileiras sobre o fornecimento de comida à FEB; as implicações do abastecimento de gêneros alimentícios de origem estadunidense e brasileira; a reação dos militares brasileiros aos alimentos que lhe foram fornecidos além mar; e a dieta mista adotada na prática pelas autoridades militares brasileiras. A pesquisa foi extensivamente baseada em memórias e relatos de veteranos de guerra, bem como a consulta a acervos documentais nacionais estrangeiros até aqui inéditos. .

Biografia do Autor

Dennison Oliveira, Universidade Federal do Paraná

É Bacharel e Licenciado em História (UFPR, 1987), Mestre em Ciência Política (UNICAMP, 1990), Doutor em Ciências Sociais (UNICAMP, 1995). Lecionou nos cursos de História da Universidade Estadual de Maringá (UEM) entre 1990 e 1991, tendo também sido chefe do Departamento de História daquela Universidade (1990). Ingressou na UFPR em 1991, tendo sido chefe do Departamento de História (DEHIS) entre 1996 e 1998, vice-coordenador dos Cursos de Pós-Graduação (PGHIS) de 2000 a 2002 e Coordenador do Curso de História entre 2002 e 2004. Foi coordenador do primeiro programa de extensão universitária do DEHIS, intitulado ?Educação para a Cidadania? entre 2000 e 2005. Tal programa era voltado para o estudo e desenvolvimento de métodos de ensino e aprendizagem na área das Humanidades em nível médio e fundamental, numa perspectiva pluridisciplinar e multimidiática, de acordo com o que propõem os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio e Fundamental (PCNs) do Ministério da Educação (MEC). Em 2002 coordenou a elaboração e lançamento da ?Coleção História do Paraná - Estudos Introdutórios? resultado de um convênio entre a Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED/PR), UFPR e FUNPAR. Participa desde 2007 do Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE) oferecendo assessoria e orientação para os professores da rede pública de ensino do Estado do Parana. Desenvolveu atividades de extensão junto ao Museu do Expedicionário (MEXP) entre 1999 e 2002 e entre 2011 e 2013. Seus interesses de pesquisa englobam tanto a História Política quando a História Militar, relacionados ao período da História Contemporânea. No que se refere à história política a ênfase é na análise de políticas públicas (telecomunicações, energia, urbanismo, etc.) e o processo de formação e recrutamento de elites dirigentes. Já na história militar o foco são as duas guerras mundiais, os regimes políticos vigentes entres os contendores (fascismo, nazismo, comunismo, varguismo, etc.), a aliança militar Brasil-EUA e o processo de reintegração social dos ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial. Desde 2008 desenvolve também projetos de pesquisa dedicados às relações entre cinema e história. Atuou na área de defesa como professor e pesquisador nos programas de pesquisa e pós-graduação do Instituto Meira Mattos da Escola de Comando Estado-Maior do Exército entre 2012 e 2013.

Downloads

Publicado

2015-12-01

Edição

Seção

Dossiê