Corpo, população e moralidade na história da medicina

Sandra Caponi

Resumo


Levando em consideração os trabalhos de Roy porter e de Michael Foucaut, pretendemos analisar a partir de alguns poucos exemplos históricos, essa mecânica de saber e de intervenção sobre o corpo dos indivíduos e das populações, chamada de bio-poder. a anátomo-política do corpo será analisada a partir do nascimento da clínica e do hospital medicalizado; a biopolítica da população será analisada a partir da passagem das explicações da higiene clássica às explicações próprias da microbiologia e da passagem de uma preocupação com as epidemias cosmopolitas à obsessão pelas doenças tropicais no período de 1890 a 1914.

Palavras-chave


Corpo; Bio-Poder; Microbiologia; Hospital; Medicina Tropical

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Sandra Caponi

Esboços: histórias em contextos globais - ISSN da versão impressa 1414-722x (cessou em 2008) e ISSN eletrônico 2175-7976 - Florianópolis - SC - Brasil