Diversidade religiosa e democracia: da filosofia da religião à filosofia política

Autores

  • Marciano Adilio Spica Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.5007/1677-2954.2018v17n1p13

Palavras-chave:

Religiões, Diversidade, Democracia, Pluralismo

Resumo

No cenário marcadamente pluralista da atualidade, uma das questões que surge é o de como conciliar democracia e diversidade religiosa, ou seja, o de como definir qual o papel das diferentes religiões na constituição e manutenção de um Estado democrático e como o Estado democrático pode ou deve agir em relação a resolução de conflitos que podem advir da diversidade. Tentar dar uma contribuição a estas questões é o objetivo deste trabalho. Para fazer isso, pretendo, num primeiro momento mostrar três respostas possíveis que a filosofia da religião dá à diversidade religiosa e tomar partido de uma das respostas, a saber, o pluralismo. Ou seja, defenderei que aceitar o pluralismo de crenças e tomá-lo como legítimo é necessário e benéfico para as sociedades democráticas. Em um segundo momento, proporei uma tese segundo a qual, as religiões têm papel na esfera pública como participante ativa nos debates das questões democráticas, porém, uma religião particular não pode pretender o papel de definidora das questões democráticas. Ao final, apresentarei alguns desafios que a diversidade religiosa traz para o conceito de Estado laico.

Biografia do Autor

Marciano Adilio Spica, Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - UNICENTRO

Professor Associado do Departamento de Filosofia da UNICENTRO e Professor do PPG-Filosofia (Mestrado e Doutorado) da UNIOESTE.

Referências

BADER, V. Religious Diversity and Democratic Institutional Pluralism. In.: Political Theory, v. 31, n. 2. 2003. P. 265-294.

BARTH, K. Church dogmatics. Vol I. Edinburgh: T & T Clark, 1956.

BERGER, P. L. Os múltiplos altares da modernidade: rumo a um paradigma da religião numa época pluralista. Petrópolis: Vozes, 2017.

ENGELHARDT, H. T. Fundamentos da Bioética. São Paulo: Loyola, 2008.

HABERMAS, J. Entre naturalismo e religião: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2017.

HARRISON, V. S. Internal Realism and the Problem of Religious Diversity. In.: Philosophia, 34, 2006. pp. 287-301.;

HARRISON, V. S. Internal Realism, Religious Pluralism and Ontology. In.: Philosophia, 36. 2008. pp. 97-110.;

HARRISON, V. S. Philosophy of religion, fictionalism, and religious diversity. In.: International Journal of Philosophy of Religion, 2010. pp. 43-58.

HARRISON, V. S. An Internal Pluralist Solution to the Problem of Religious and Ethical Diversity. In.: Sophia, 51, 2012. pp. 71-86

HARRISON, V. S. Seeing the Dao: conceptual metaphors and the philosophy of religion. In.: Religious Studies, V 51, n 3, 2015. pp. 307-322.

HICK, J. God Has Many Names. Philadelphia: The Westminster Press, 1982.

HICK, J. Problems of religious pluralism. New York: St. Martin’s, 1985.

HICK, J. An Interpretation of Religion: Humanity's Varied Response to the Transcendent. London: Palgrave Macmillan, 1989.

HICK, J. The Rainbow of Faiths: Critical Dialogues on Religious Pluralism. London: SCM Press, 1995.

HICK, J. The new Frontier of Religion and Science: Religious Experience, Neuroscience and the Transcendent. Palgrave Macmillan, 2010.

MARITAIN, J. The Degrees of Knowledge. Notre Dame Press, 1959.

MEISTER, C. (ed.). The Oxford Handbook of Religious Diversity. Oxford: Oxford University Press, 2011.

PLANTINGA, A. A defense of Religious Exclusivism. In.: Quinn, P. L. and Meeker, k. (Eds). The Philosophical Challenge of Religious diversity, 2000b. pp. 172-192.

PUTNAM, H. Reason, truth and history. Cambridge: Cambridge University Press, 1992.

RAHNER, K. Christians and the Non-Christian Religions. In.: Hick, J. & Hebblethwaite, B. (eds.). Christianity and Other Religions. Oxford: One World, 2001. pp. 19-38.

RAHNER, Curso fundamental da fé. São Paulo: Paulus, 2008.

RUNZO, J. Pluralism and relativism. Inn.: Meister, C. Oxford Handbook of Religious Diversity. Oxford, Oxford University Press. 2010. pp. 61-76.

SPICA, M.A. Language, Belief and Plurality: a contribution to understanding religious diversity. In.: International Journal for Philosophy of Religion (2017). https://doi.org/10.1007/s11153-017-9626-1, 2017. pp. 1-13.

SPICA, M. A. O lugar dos discursos religiosos em uma sociedade plural. In. Martinez, H. L.; Spica, M. A. (org.) Religião em um mundo plural: debates desde a filosofia. Pelotas: Nepfil, 2014. pp. 317-336.

SPICA, M. A. Pluralidade e diálogo inter-religioso: possibilidades e limites das atuais abordagens pluralistas (texto em fase de publicação).

TRIGG, R. Religious diversity: philosophical and political dimensions. New York: Cambridge University Press, 2014.

TWISS, S. B. The Philosophy of Religious Pluralism: a critical appraisal of Hick and his critics. In.: Phillip L. Quinn & Kevin Meeker (Eds.). The philosophical challenge of religious diversity. New York: Oxford University Press, 1999. pp. 67-98.

WAINWRIGHT, W. Competing Religious Claims. In.: Mann, W. (ed). The Blackwell Guide to the Philosophy of Religion. Oxford: Blackwell, 2005. pp. 220-240

WOLTERSTORFF, N. Understanding Liberal Democracy: essays in Political Philosophy. Edited by Terence Cuneo. Oxford: Oxford University Press, 2012.

Downloads

Publicado

2018-10-05

Edição

Seção

Artigos