Estratégias de ensino para educação e saúde: revisão integrativa

Autores

  • Eliana Suemi Handa Okane Equipe A/Projeto Rondon
  • Bruna Brandão Araujo Oliveira Equipe A/Projeto Rondon
  • Luciana Pinto Sartori Equipe A/Projeto Rondon
  • Valter Luiz da Costa Junior Equipe A

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2016v13n21p138

Palavras-chave:

Estratégia de ensino, Educação em saúde, Projeto Rondon

Resumo

Identificar estratégias de ensino para as atividades educativas do Rondon. Estudo de revisão integrativa, realizado no período de junho de 2015, seguindo rigorosamente as fases que compõem o método, apresentando uma amostra de 11 publicações. Foram identificados dois principais grupos por semelhança: 1. grupo de conversa, discussão em grupo e trabalho grupal e 2. As atividades lúdicas: ferramentas vivenciais e brincadeiras. Os autores concluem que estas estratégias foram utilizadas no Rondon e que estas valorizam as experiências da comunidade e dos universitários, corroborando com uma ação educadora profícua.

Biografia do Autor

Eliana Suemi Handa Okane, Equipe A/Projeto Rondon

Congressista Rondon

Bruna Brandão Araujo Oliveira, Equipe A/Projeto Rondon

Congressista Rondon

Luciana Pinto Sartori, Equipe A/Projeto Rondon

Congressista Rondon

Valter Luiz da Costa Junior, Equipe A

Congressista Rondon

Referências

BISCARDE, Daniela Gomes dos Santos; PEREIRA-SANTOS, Marcos; SILVA, Lília Bittencourt. Formação em saúde, extensão universitária e Sistema Único de Saúde (SUS): conexões necessárias entre conhecimento e intervenção centradas na realidade e repercussões no processo formativo. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 18, n. 48, p. 177-186, 2014. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832014000100177&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 09 jul. 2015.

BLANQUES, Ana Maria. Um projeto de intervenção social visto pelos seus agentes: estudo psicossocial do Programa de Saúde da Família. Psicol. USP, São Paulo, v. 21, n. 4, p. 809-831, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-65642010000400009&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 27 jun. 2015.

BRASIL, Ministério Da Defesa Secretaria De Pessoal, Ensino, Saúde E Desporto Departamento De Pessoal, Ensino E Cooperação Coordenação-Geral Do Projeto Rondon. Orientações a IES. Brasília: Ministério da Defesa, 2013. Disponível em: <http://projetorondon.pagina-oficial.com/portal/index/downloads>. Acesso em: 09 jul. 2015.

CARVALHO, Renato Gil; POCINHO, Margarida; SILVA, Carla. Comportamento adaptativo e perspectivação do futuro: algumas evidências nos contextos da educação e da saúde. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre , v. 23, n. 3, p. 554-561, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722010000300016&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 27 jun 2015.

COMBINATO, Denise Stefanoni et. al . "Grupos de Conversa": saúde da pessoa idosa na estratégia saúde da família. Psicol. Soc., Florianópolis, v. 22, n. 3, p. 558-568, dez. 2010. Disponivel em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822010000300016&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 27 jun. 2015.

CONCEIÇÃO, Mírian Ribeiro. Fantasia e realidade: o faz-de-conta e o contexto da criança. 2010. 129f. Dissertação (mestrado em psicologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponivel em:< http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/pte-48892>. Acesso em: 27 jun. 2015.

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE PROMOÇÃO DA SAÚDE OTTAWA, 1., 1986, Ottawa. Otawa Charter. Ottawa: Primeira Conferência Internacional Sobre Promoção Da Saúde Ottawa, 1986. Disponível em: . Acesso em: 09 jul. 2015.

DIAS, Édna Gauer. Saúde e educação: rodas de conversa auxiliando o tratamento quiroprático. 2013. 21 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em introdução científica e tecnológica em saúde) – Parceria Fundação Osvaldo Cruz e Grupo Hospitalar Conceição, Porto Alegre, 2013. Disponivel em: <http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/sus-28391>. Acesso em: 27 jun. 2015.

DORNELES, Caroline Lacerda; CARDOSO, Aliana Anghinoni; CARVALHO, Fernanda Antoniolo Hammes de. A educação de jovens e adultos na perspectiva das neurociências. Rev. psicopedag., São Paulo, v. 29, n. 89, 2012. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862012000200008&lng=pt&nrm=iso>. Acessos em: 27 jun. 2015.

ENCONTRO NACIONAL DE PRATICA DE ENSINO EM GEOGRAFIA, 10. 2009, Porto Alegre. Rodas De Conversa E Oficinas Temáticas: Experiências Metodológicas De Ensino-Aprendizagem Em Geografia. Porto Alegre: Universidade estadual de Porto Alegre, 2009, 11p. Disponível em:< http://www.agb.org.br/XENPEG/artigos/Poster/P%20(36).pdf>. Acesso em: 2 jul. 2015.

KOLYNIAK FILHO, Carol. Motricidade e aprendizagem: algumas implicações para a educação escolar. Constr. psicopedag., São Paulo , v. 18, n. 17, dez. 2010 . Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-69542010000200005&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 27 jun. 2015.

LOPES, Maria Inácia. Métodos Participativos: Uma Experiência Gratificante. Revista Educacao e Mudanca. Anápolis, n. 9/10, p. 17-29, jan./dez. 2002. Disponível em: <http://revistas.unievangelica.edu.br/index.php/revistaeducacaoemudanca/article/view/471 >. Acesso em: 2 jul. 2015.

MAIA, Ana Cláudia Bortolozzi et. al. Educação sexual na escola a partir da psicologia histórico-cultural. Psicol. estud. Maringá, v.17, n.1, p. 151 – 156, Jan./Mar. 2012. Disponivel em: <http://www.scielo.br/pdf/pe/v17n1/v17n1a16.pdf>. Acesso em: 27 jun. 2015.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVAO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm., Florianópolis , v. 17, n. 4, p. 758-764, dez. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072008000400018&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 22 jun. 2015.

MENDONÇA, Márcia Pontes; SQUASSONI, Carolina Elisabeth e ZANNI, Karina Piccin. Envelhecer e aprender: um modelo de atuação com enfoque na educação em saúde. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p. 99-115, 2010. Disponível em: < http://seer.ufrgs.br/RevEnvelhecer/article/view/11437 >. Acesso em: 27 jun. 2015.

MOREIRA JÚNIOR, Jair de Souza. Capital social e saúde bucal: contribuição de programa socioeducativo. 2011. 100 f. Tese (doutorado em ciências odontológicas) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23148/tde-08052012-160431/pt-br.phpp>. Acesso em: 27 jun. 2015.

OKANE, Eliana Suemi Handa. O estudo dirigido como estratégia de ensino na educação professional em enfermagem. 2004. 126p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

SANTOS, ÉLIA A. do C. O Lúdico no Processo Ensino-Aprendizagem. 2010. 8f. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado do Mato Grosso, Mato Grosso, 2010. Disponível em: <http://need.unemat.br/4_forum/artigos/elia.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2015.

SILVA, Edilson Morais e BARBOSA, Ierecê dos Santos. O Jogo Como Estratégia: Uma Trajetória Rumo a Interdisciplinaridade no Poe/Capes/Uea. Rev. ARETÉ, Manaus, v. 7, n. 12, p.10-21, 2014. Disponível em: <http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/viewFile/499/508>. Acesso em: 27 jun. 2015.

SILVA, Sandra Coelho Barreto; MENDES, Mônica Hoehne. Dinâmicas, jogos e vivências: ferramentas úteis na (re)construção psicopedagógica do ambiente educacional. Rev. psicopedag., São Paulo, v. 29, n. 90, 2012. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862012000300008&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 27 jun. 2015.

Downloads

Publicado

2016-04-07