A proposta de redação do vestibular da Unioeste: uma experiência educativa e de socialização

Marcia Sipavicius Seide, Rita Maria Decarli Bottega, Elisangela Redel, Franciele Maria Martiny, Patrícia Frai, Gabriela Lauermann, Fernanda Maria Muller Gehring

Resumo


O objetivo deste trabalho é descrever e analisar a atividade de extensão universitária intitulada “A proposta de redação do vestibular da Unioeste: características e critérios de correção”, promovida pelo Colegiado de Letras, de Marechal Cândido Rondon (PR), no 2º semestre de 2014, destinado a alunos do Ensino Médio (sede e distritos). A iniciativa objetivou contribuir para um melhor entendimento da proposta de redação referente ao Processo Seletivo de Vestibular da citada Universidade e dos critérios de correção adotados pela Banca Corretora. Para tanto, a metodologia foi constituída por uma prática docente organizada em três módulos que contemplaram, respectivamente: a) características definidoras dos gêneros discursivos solicitados nas propostas de redação (carta do leitor, artigo de opinião e comentário interpretativo-crítico); b) leitura e análise das propostas de redação do último vestibular (2014) e explicitação dos critérios de correção utilizados; c) sistemática de correção, critérios de avaliação e análise de redações corrigidas pela Banca de Correção.


Palavras-chave


Relato de Experiência; Ensino; Língua Portuguesa; Redação do Vestibular da Unioeste

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. Maria E. Galvão e revisão por Marina Appenzeller. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. Vol. 1. Brasília: MEC/SEF, 1998.

COSTA VAL, Maria da Graça. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

ENEM POR ESCOLA. Inep. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2015.

KOCH, Ingedore Villaça. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 1989.

PARANÁ. Diretrizes curriculares da educação básica. Curitiba: MEC, 2008.

AUTORAS. Resultados da atividade extensionista sobre avaliação da prova de redação da Unioeste: características e critérios de correção. In: XV Seminário de Extensão da UNIOESTE, 2015, Marechal Cândido Rondon. XV Seminário de Extensão da Unioeste: interfaces e novas perspectivas. Cascavel: Edunioeste, 2015. v. 1. p. 912-918.




DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1807-0221.2017v14n25p161



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.