Educação permanente em saúde: uma experiência do projeto “Bioética pelas Lentes do Cinema”

Autores

  • Juliara Bellina Hoffmann Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lucas Berté Moratelli Universidade Federal de Santa Catarina
  • Mirelle Finkler Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2017v14n26p97

Palavras-chave:

Ética, Bioética, Educação, Cinema

Resumo

Este trabalho objetivou refletir e compartilhar a experiência de educação permanente com estudantes da Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Florianópolis, por meio da Bioética Narrativa. O Núcleo de Pesquisa e Extensão em Bioética e Saúde Coletiva/UFSC realizou no segundo semestre de 2016 o projeto de extensão “Bioética pelas Lentes do Cinema”, em parceria com a Secretaria de Saúde Municipal, ofertando-o para 47 profissionais residentes. Utilizou-se o cinema como recurso pedagógico para disparar a problematização da realidade e ancoragem dos argumentos de reflexão, construindo-se um espaço pedagógico de ensino-aprendizagem na aproximação do vivenciado no filme e o racionalizado em conjunto. Considerou-se que o projeto contribuiu significativamente para formação dos residentes e membros do Núcleo, especificamente, no desenvolvimento de sua capacidade crítica e reflexiva. Também permitiu evidenciar como a racionalidade narrativa auxilia a tomada de decisão frente às problemáticas éticas presentes no cotidiano do trabalho em saúde.

 

Biografia do Autor

Juliara Bellina Hoffmann, Universidade Federal de Santa Catarina

Realizou Graduação em odontologia (2012.2) e Mestrado em Odontologia na área de Saúde Coletiva (2015.1) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é Doutoranda do Departamento de Odontologia da UFSC, na área de concentração de Odontologia em Saúde Coletiva.

Lucas Berté Moratelli, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva - UFSC

Mirelle Finkler, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Odontologia e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva

Referências

DOMINGO, Tomás. Bioética y Cine: De la narración a la deliberación. Madrid: San Pablo, 2011.

DOMINGO, Tomás; FEITO, Lydia. Bioética narrativa. Madrid: Escolar y Mayo, 2013.

FINKLER, Mirelle; CAETANO, João Carlos; RAMOS, Flávia Regina. O cuidado ético-pedagógico no processo de socialização profissional: por uma formação ética. Interface - Comunic., Saude, Educ., v.16, n.43, p.981-93, out./dez., 2012.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Docência, cinema e televisão: questões sobre formação ética e estética. Rev. Bras. Educ., v.14, n.40, p.93-102, abr 2009.

GRACIA, Diego. Fudamentacion y enseñanza de la bioetica. Buho: Bogotá, 2000.

______. Como arqueros al blanco: estudios de bioética. Madrid: Triacastela; 2004.

MARTÍNEZ, Miquel Martínez; ESTRADA, María Rosa Buxarrais; BARA, Francisco Esteban. La universidad como espacio de aprendizaje ético. Rev. Iberoam. Educ., n.29, p. 17-42, 2002.

MERCADÉ, Antonio Blanco. Bioética clínica y narrativa cinematográfica. Rev. Med Cine., n.1, p.77-81, 2005.

NAMEN, Fatima.; GALAN Jr., João. Reflexões sobre a educação de profissionais da área de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v.16, spl.1, p. 1611-19, 2011.

Downloads

Publicado

2017-11-09