Desenvolvimento de uma unidade demonstrativa de produção agroecológica de leite em assentamento rural

Ana Maria Bridi, Carolina Amália de Souza Dantas Muniz, Amanda Massaneira de Souza Schuntzemberge, Laís Sodre Santana, Évelyn Rangel dos Santos, Tainá Scabori Vargas, Thamires Aparecida Marinho, Valter Harry Bumbieris Junior, Sandra Galbeiro

Resumo


Objetivou-se relatar as atividades desenvolvidas pelo projeto de extensão no Assentamento Rural Eli Vive, demonstrando a integração entre discentes, docentes e assentados. O projeto foi coordenado pelo Grupo PET (Programa de Educação Tutorial) do Curso de Zootecnia da Universidade Estadual de Londrina, sendo realizado no assentamento Eli Vive, município de Londrina (PR), utilizando a metodologia “Planejamento Estratégico Participativo”, durante os anos de 2014a 2018. Foram realizadas visitas técnicas e atividades sobre temas que envolvem a cadeia produtiva de leite. Foi implementada uma Unidade Demonstrativa de Produção de Leite em Pastagem. Também foram desenvolvidas atividades visando à produção de alimentos para o rebanho e confeccionado um manual técnico “Produção Agroecológica de Leite’’. Com o presente projeto, foi possível detectar e solucionar problemas, buscar inovações de baixo custo para o sistema de produção, implementar aspectos agroecológicos de produção e capacitar os assentados,beneficiando a produtividade e a qualidade do produto final e melhorando a qualidade de vida dos assentados.


Palavras-chave


Agricultura familiar; Extensão; Produção agroecológica

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, C.M.S. Pastejo rotacionado: Tecnologia para aumentar a produtividade de leite e a longevidade das pastagens. Acre: Embrapa, 2008. Disponível em http://iquiri.cpafac.embrapa.br/prodleite/pdf/pastejo_mauricio.pdf. Acesso em 03 de jul. 2017.

BATTAGLINI, A. P. P. et al. Difusão de boas práticas e caracterização de propriedades leiteiras. Archivos de Zootecnia [s.l], vol. 62, n. 237, p.151-154. 2013.

BOROCHOVICIUS, E; TORTELLA, J.C.B. Aprendizagem Baseada em Problemas:um método deensino-aprendizageme suas práticas educativas.Ensaio: avaliação de políticas públicasem educação, Rio de Janeiro, v.22, n. 83, p. 263-294, abr./jun. 2014.

COSTABEBER, J. A.; CAPORAL, F. R. “Possibilidades e alternativas do desenvolvimento rural sustentável”. In: VELA, Hugo. (Org.): Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural Sustentável no Mercosul. Santa Maria: Editora da UFSM/Pallotti, 2003. p.157-194.

GONÇALVES, A. C. S. et al. Assistência técnica e extensão rural: sua importância para a melhoria da produção leiteira. Relato de caso.Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal,[s.l.], v. 8, n. 3, p.47-61, set. 2014.

KUMMER, L. Metodologia participativa no meio rural: Uma visão interdisciplinar, conceitos, fundamentos e vivências. Salvador: GTZ. 155p. 2007.

LANDINI, F. P. Problemas enfrentados por extensionistas rurais brasileiros e sua relação com suas concepções de extensão rural. Ciência Rural, [s.l.], v. 45, n. 2, p.371-377, fev. 2015.

RAMOS, G.L.; GOMES, A.P; BARROS, A.A.F. Manual de metodologia de extensão rural. Recife: Instituto Agronômico de Pernambuco, IPA, 2013. 58 p.

ROCHA, F. E. C.; GASTAL, M. L.; TAKATSUKA, F. S.; LOBO, V.J.; SILVA, M. G. Desenvolvimento organizacional rural II: planejamento participativo em associações de agricultores de base familiar. Planaltina: EMBRAPA CERRADO, 50p. 2001.

SOARES, A.B. et al. Produção animal e de forragem em pastagem nativa submetida a distintas ofertas de forragem.Ciência Rural, [s.l.], v. 35, n. 5, p. 1148-1154, 2005.

VAZQUEZ, V. C.; FONSECA, M.I. Importance of partnership university extension and rural extension to the improvement of milk production on family farms.Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal,[s.l.], v. 8, n. 5, p.131-139, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2020v17n35p68



Extensio: R. Eletr. de Extensão, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1807-0221.