Educação em saúde para a população em situação de rua

Autores

  • Estefani Santos Castro Universidade Federal do Paraná https://orcid.org/0000-0003-0608-6688
  • Vanessa Silva de Quevedo Universidade Federal do Paraná
  • Natalye Victoria da Costa Arsie Universidade Federal do Paraná
  • Guilhermo Casini Universidade Federal do Paraná
  • Lara Kandauroff Universidade Federal do Paraná
  • Rubneide Barreto Silva Gallo Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2021.e75408

Palavras-chave:

Pessoas em Situação de Rua, Educação em Saúde, Promoção da Saúde

Resumo

A População em Situação de Rua (PSR) é um grupo vulnerável ao surgimento de doenças e comprometimentos biopsicossociais, sendo a educação em saúde contribuinte na transmissão de conhecimentos e autocuidado. Objetivo: apresentar o impacto da educação em saúde para a PSR. Método: estudantes de fisioterapia desenvolveram atividades 1  vez/semana durante 2 horas, distribuídos em: avaliação individual; explanação e discussão do tema; exercícios físicos; feedback dos participantes. Ao total foram 13 encontros, incluindo familiarização, 11 oficinas e encerramento, realizados na paróquia Bom Jesus dos Perdões, Curitiba/PR. Resultados: Participaram 68 indivíduos, com mediana de 9 participantes por encontros. Os temas com maiores participações foram dores musculoesqueléticas e imagem corporal (n=15); e Câncer de próstata (n=12). Conclusões: esta experiência proporcionou uma ampla forma de aprendizagem para os estudantes e participantes, troca de saberes e de diferentes histórias de vida. Conhecendo o cotidiano da PSR e seus processos de adoecimento, pode-se nortear formas adequadas de intervenções.

Biografia do Autor

Estefani Santos Castro, Universidade Federal do Paraná

Graduanda em Fisioterapia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Vanessa Silva de Quevedo, Universidade Federal do Paraná

Graduanda em Fisioterapia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Natalye Victoria da Costa Arsie, Universidade Federal do Paraná

Graduanda em Fisioterapia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Guilhermo Casini, Universidade Federal do Paraná

Graduando em Fisioterapia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Massoterapeuta pelo Instituto Fisiomar.

Lara Kandauroff, Universidade Federal do Paraná

Graduanda em Fisioterapia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Técnica em segurança do Trabalho pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Rubneide Barreto Silva Gallo, Universidade Federal do Paraná

Doutora em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2015); mestre em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2011); pós-graduação Latu Senso em Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz (2016); em Fisioterapia em Saúde da Mulher pela Universidade de Ribeirão Preto (2008) e em Acupuntura pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde (2010) e graduação em Fisioterapia pela Universidade Tiradentes (2007). Atualmente, Docente do curso de fisioterapia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Membro da diretoria da Associação Brasileira de Ensino em Fisioterapia (ABENFISIO) e membro da diretoria da Associação Brasileira de Fisioterapia em Saúde da Mulher (ABRAFISM).

Referências

ALVAREZ, Aparecida Magali de Souza; ALVARENGA, Augusta Thereza de; DELLA RINA, Silvia Cristiane de SA. Histórias de vida de moradores de rua, situações de exclusão social e encontros transformadores. Saúde e sociedade, v. 18, n. 2, p. 259-272, 2009.

BOTTI, Nadja Cristiane Lappann et al. Prevalência de depressão entre homens adultos em situação de rua em Belo Horizonte. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, v. 59, n. 1, p. 10-16, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n° 122 de 25 de janeiro de 2011. Define as 9 diretrizes de organização e funcionamento das equipes de Consultório na Rua. Diário Oficial da União; 2012.

CARVALHO, Marcos Vinícius Castro; FIGUEIREDO, Aline Santana; DE FREITAS, Adriana Crispim. Análise dos hábitos de vida da população em situação de rua do município de Imperatriz-MA. VIII FIPED. 2016.

FIORATI, Regina Célia et al. População em vulnerabilidade, intersetorialidade e cidadania: articulando saberes e ações. Saúde e Sociedade, v. 23, p. 1458-1470, 2014.

GIORGETTI, Camila. Moradores de rua: uma questão social?. EDUC-Editora da PUC-SP, 2015.

GORENSTEIN, Clarice; ANDRADE, L. H. S. G. Inventário de depressão de Beck: propriedades psicométricas da versão em português. Rev Psiq Clin, v. 25, n. 5, p. 245-50, 1998.

GUETERRES, Évilin Costa et al. Educação em saúde no contexto escolar: estudo de revisão integrativa. Enfermería Global, v. 16, n. 2, p. 464-499, 2017.

HINO, Paula; SANTOS, Jaqueline de Oliveira; ROSA, Anderson da Silva. Pessoas que vivenciam situação de rua sob o olhar da saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 71, p. 684-692, 2018.

KAKESHITA, Idalina Shiraishi et al. Construção e fidedignidade teste-reteste de escalas de silhuetas brasileiras para adultos e crianças. Psicologia: teoria e pesquisa, v. 25, n. 2, p. 263-270, 2009.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Resolução n° 2, de 27 de fevereiro de 2013. Plano Operativo para Implementação de Ações em Saúde da População em Situação de Rua – 2012 a 2015. Diário Oficial da União, Brasília, DF, Seção 1, 28 fev. 2013. Disponível em: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2015/abril/13 /RESOLU----O-N---2--DE-27-DE-FEVEREIRO-DE-2013.pdf. Acesso em: 15/03/2019.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Saúde da população em situação de rua: um direito humano. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Brasília: Ministério da Saúde, 2014. 38p.: il. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_populacao_situacao_rua.pdf. Acesso em: 15/03/2019.

MOTA, Fernanda Oliveira et al. Aspectos do cuidado integral para pessoas em situação de rua acompanhadas por serviço de saúde e de assistência social: um olhar para e pela terapia ocupacional. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, v. 27, n. 4, p. 806-816, 2019.

MOURA JR, James Ferreira et al. Concepções de pobreza: um convite à discussão psicossocial. Temas em Psicologia, v. 22, n. 2, p. 341-352, 2014.

NATALINO, Marco Antonio Carvalho. Estimativa da população em situação de rua no Brasil. Texto para discussão. Instituto de pesquisa econômica aplicada IPEA. Pág 24-25. Brasília, outubro de 2016.

OLIVEIRA, Tatiane Vieira Martins; ZAZZETTA, Marisa Silvana. Processo de envelhecimento: Caracterização do perfil da população em situação de rua em uma cidade do interior paulista. In: Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais. 2019.

PELIKAN, Jürgen M. International Union for Health Promotion and Education. IUHPE Position Statement on Health Literacy: a practical vision for a health literate world. Global Health Promotion, v. 25, n. 4, 2018. Disponível em: http://www.ukphr.org/wp-content/uploads/2017/02/Core _Competencies_Standards_linkE.pdf. Acesso em: 10/03/2019.

PEREIRA, Jamile; KLEIN, Carin; MEYER, Dagmar Estermann. PNAISH: uma análise de sua dimensão educativa na perspectiva de gênero. Saúde e Sociedade, v. 28, p. 132-146, 2019.

QUIRINO, Aurea Fabrícia Amancio. O Tabu Masculino Relacionado à Prevenção do Câncer de Próstata. Revista Mundi Saúde e Biológicas (ISSN: 2525-4766), v. 2, n. 1, 2017.

RICETO, Isabelle et al. Fisioterapia na prevenção e promoção em saúde na população em situação de rua: Um relato de experiência. Extensão em Foco, n. 20, 2020.

SCHERVINSKI, Ana Carolini et al. Atenção à saúde da população em situação de rua. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, v. 14, n. 26, p. 55-64, 2017.

SILVA, Allana Cristina Ribeiro; OLIVEIRA, Aryadne Goulart; COELHO, Maria Eduarda Bonfim; GARCIA, Telma Lúcia Aglio. População em situação de rua: desafios, avanços legais e possibilidades. São Paulo, 2015.

SILVA, Carolina Cruz da; CRUZ, Marly Marques da; VARGAS, Eliane Portes. Práticas de cuidado e população em situação de rua: o caso do Consultório na Rua. Saúde em Debate, v. 39, p. 246-256, 2015.

VALE, Aléxa Rodrigues do; VECCHIA, Marcelo Dalla. “UPA é nós aqui mesmo”: as redes de apoio social no cuidado à saúde da população em situação de rua em um município de pequeno porte. Saúde e Sociedade, v. 28, p. 222-23.

Downloads

Publicado

2021-04-28