Economia vai à escola: relatos de extensão em um colégio técnico

Autores

  • Rubia Cristina Wegner Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro http://orcid.org/0000-0002-4824-8414
  • Marcelo Pereira Fernandes Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro https://orcid.org/0000-0003-4550-8564
  • Guilherme Cabral Pisno Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Utanaan Reis Barbosa Filho Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Natalia de Frias Simões Paes Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Luiz Fernando Rodrigues de Oliveira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/1807-0221.2021.e75937

Palavras-chave:

Projeto de Extensão, Ensino de Economia, Colégio Técnico, Popularização da Ciência

Resumo

Este texto apresenta a concepção e o desenvolvimento de uma atividade de extensão realizada por alunos de Ciências Econômicas da UFRRJ no colégio técnico dessa Universidade, sem fins lucrativos, para atender alunos do ensino médio e ensino médio técnico. Entre os anos de 2018 e 2019, professores e discentes do curso desenvolveram um projeto de extensão junto aos estudantes de ensino médio e técnico do CTUR, buscando interação dialógica em temas de teoria econômica. O objetivo foi abordar, em aulas-encontros conduzidas por estudantes do curso de Ciências Econômicas, temas abrangentes que permeiam a vida socioeconômica da sociedade brasileira e cuja explicação parte do conhecimento da teoria econômica. Os temas foram divididos entre os estudantes-membro, somando ao todo nove temas: Microeconomia, Macroeconomia, História do Pensamento Econômico, Mercado de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Distribuição de Renda, Desenvolvimento Regional, Economia Monetária e Matemática Financeira. Também foi realizada uma aula inaugural para apresentar o curso de Ciências Econômicas da UFRRJ, as áreas de atuação do economista, o mestrado em Economia Regional e Desenvolvimento, bem como o tema de cada uma das aulas-encontro. Enquanto os estudantes do CTUR aprofundaram suas capacidades de argumentação e reflexão crítica nos temas trabalhados dialogicamente, os estudantes da graduação aprimoraram essas capacidades, incluindo a didática.

Biografia do Autor

Rubia Cristina Wegner, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Mestre em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da Unicamp. Doutoranda pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é coordenadora do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Marcelo Pereira Fernandes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Doutorado em Economia pela Universidade Federal Fluminense. Professor Associado I, vice coordenador do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e docente do Programa de Pós-graduação em Economia Regional e Desenvolvimento (PPGER/UFRRJ).

Guilherme Cabral Pisno, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Graduando em Ciências Econômicas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Utanaan Reis Barbosa Filho, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Graduando em Ciências Econômicas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Natalia de Frias Simões Paes, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Graduada em Economia na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Luiz Fernando Rodrigues de Oliveira, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Graduando em Ciências Econômicas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Referências

BARON, Daniel. et al. Popularização da sustentabilidade: análise de uma integração ensino médio-graduação. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 11, n. 1, p. 97-112, 2020.

BATISTA, Natália Nunes Ferreira; DA SILVA, Roseli. Experimentos Econômicos para Estudantes do Ensino Médio da Rede Pública de Ribeirão Preto/SP. Revista de Cultura e Extensão USP, v. 4, p. 45-56, 2010

BRASIL. Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação câmara de educação básica, Resolução, nº 7. 14 de dezembro de 2010a. Disponível em: https: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb007_10.pdf. Acesso em: 05 de dez. 2021.

BRASIL. Decreto nº 7.397, de 22 de dezembro de 2010b. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7397.htm. Acesso em: 05 de dez. 2021.

FALCÃO, Nádia Maciel; CALDAS, Edla Cristina Rodrigues. Diálogos sobre a escolha profissional: a aproximação entre o estudante da escola pública de ensino médio e a universidade. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 9, n. 3, p. 147-156, 2018.

OCDE. National Strategies for Financial Education: OECD/INFE Policy Handbook, 2015. Disponível em: https://www.oecd.org/daf/fin/financial-education/national-strategies-for-financial-education-policy-handbook.htm. Acesso em: 05 de dez. 2021

PEROBELLI, Fernanda Finotti Cordeiro et al. Economia nas escolas: relato de uma experiência. VIII SEGeT, 2018.

SANTOS, Leonardo Bis; SGARBI, Antônio Donizetti. Escola e comunidade: pesquisa e extensão em busca da cidadania emancipatória. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 9, n. 3, p. 135-146, 2018.

UFRRJ. CTUR: Colégio técnico da UFRRJ. Nossa História, 2013 Disponível em: https: http://r1.ufrrj.br/ctur/. Acesso em: 04 de jun. 2020

UFRRJ. Plano de Desenvolvimento Institucional da UFRRJ (2018-2022). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Seropédica, RJ: UFRRJ, 2017. 165p.

USP. Projeto da FEA quer alunos do ensino médio pensando a economia. USP Online Destaque. 13 jun. 2014. Disponível em: https://www5.usp.br/44510/projeto-da-fea-quer-alunos-do-ensino-medio-pensando-a-economia/ . Acesso em: 28 de jun. 2020.

Downloads

Publicado

2021-12-16