Localizando pedacinhos do céu: constelações em caixas de suco

Deisy P. Munhoz, Alzira C. M. Stein-Barana, Cristiane Sommer Leme

Resumo


A vida urbana, a correria do cotidiano e a poluição luminosa têm contribuído para que as pessoas não olhem mais para o céu noturno, tendo dificuldade de identificar até mesmo a constelação mais comum no hemisfério sul que é o Cruzeiro do Sul. Com o objetivo de incentivar o ensino de Astronomia, mesmo em aulas diurnas e de forma acessível a qualquer escola, é apresentado neste artigo um material lúdico-manipulativo e de baixo custo, que simula a configuração das constelações de modo a torná-las familiar para os alunos, que depois terão a oportunidade de reconhecê-las no firmamento. Busca-se também estimular o olhar para o céu, a identificação de constelações e a aquisição de conhecimentos científicos inerentes ao assunto.


Palavras-chave


Constelações; Material Lúdico; Ensino de Astronomia

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2012v29n1p130

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >