Aparato experimental para o ensino de tópicos da eletrostática: o eletroscópio com transistor de efeito de campo

Autores

  • Thiago Alves de Sá Muniz Sampaio Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro
  • Eriverton da Silva Rodrigues Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro
  • Cícero Jailton de Morais Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2017v34n1p298

Palavras-chave:

Ensino de Eletrostática, Corpos Eletrizados, Física Experimental

Resumo

Os laboratórios escolares tradicionais carecem de experimentos que possam identificar claramente muitos dos fenômenos presentes no estudo da eletrostática. Este trabalho tem como proposta a inserção de um novo tipo de aparato experimental simples para o ensino de tópicos desta área da física, consistindo em uma versão de eletroscópio que utiliza o transistor de efeito de campo para a detecção de cargas elétricas provenientes de corpos eletrizados. É feita uma explanação sobre os princípios que tornam este tipo de transistor um dispositivo eficaz devido à sua alta sensibilidade aos campos eletrostáticos, além de uma análise sobre a utilidade deste projeto para a visualização de muitos fenômenos peculiares, como a polarização e a indução. Com base nisso, propomos algumas atividades simples que podem ser realizadas em sala de aula a fim de envolver os alunos nos conteúdos iniciais da eletrostática. Temos a perspectiva de que essa forma de ensino associada à experimentação e demonstração dos fenômenos em sala de aula possa promover uma melhor aprendizagem destes conceitos por parte dos alunos, demonstrando a utilidade da experimentação para o ensino de eletrostática.

Biografia do Autor

Thiago Alves de Sá Muniz Sampaio, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro

Tem Licenciatura em Física pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano e é mestrando em Física pela Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba. 

Eriverton da Silva Rodrigues, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro

Graduação em Física pela Universidade Estadual da Paraíba, Especialização em Ensino de Física pela Faculdade do Noroeste de Minas, Mestrado em Física pela Universidade Federal de Campina Grande, Doutorado em andamento em Ciência de Materiais pela Universidade Federal de Pernambuco e Professor do Instituto Federal do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro.

Cícero Jailton de Morais Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Salgueiro

Licenciado em Física pelo Instituto Federal de Pernambuco, Campus Pesqueira (2014). Atualmente é professor do Instituto Federal do Sertão Pernambucano e mestrando em Ensino de Física pela Universidade Federal de Alagoas.

Downloads

Publicado

2017-05-05

Edição

Seção

Atividades experimentais no ensino de Física