Uma discussão sobre a formação de Professores promovida por um IES federal por meio da “Complementação Pedagógica para Não Licenciados”: o caso do professor de Física

Marlova Estela Caldatto, João Ricardo Neves da Silva

Resumo


O presente artigo se propõe a analisar o projeto (currículo) de formação inicial de professores de Física que baliza a implementação da política pública “Formação pedagógica para graduados não licenciados” em andamento em uma universidade pública da esfera federal. As análises buscaram categorizar e discutir os conhecimentos que compõem tal projeto formativo a partir das prescrições previstas nos documentos jurídicos vigentes e da seguinte taxonomia: conhecimento do conteúdo (Física), do conhecimento pedagógico geral e do conhecimento pedagógico do conteúdo (Física). As análises mostram uma discrepância entre os conhecimentos desenvolvidos na complementação pedagógica e os conhecimentos tidos pela literatura como necessários para a prática do professor de Física, mesmo quando consideradas as formações prévias (primeiras graduações) dos alunos.


Palavras-chave


Formação Pedagógica para não Licenciados; Formação do Professor de Física; Conhecimento Especializado do Professor de Física

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALONZO, A. C.; KOBARG, M.; SEIDEL, T. Pedagogical Content Knowledge as Reflected in Teacher–Student Interactions: Analysis of Two Video Cases. Journal of Research in Science Teaching, v. 49, n. 10, p.1211-1239, 2012.

ALVARADO, C.; CAÑADA, F.; GARRITZ, A.; MELLADO, V. Canonical pedagogical content knowledge by CoRes for teaching acid–base chemistry at high school. Chemistry Education Research and Practice, v. 16, n. 3, p. 603-618, 2015.

APPLE, M. W. Ideologia e Currículo. Porto Alegre: Artmed, 2006.

AYDIN, S.; BOZ, Y. The nature of integration among PCK components: A case study of two experienced chemistry teachers. Chemistry Education Research and Practice, v. 14, n. 4, p. 615-624, 2013.

BALL, D. L.; THAMES, M. H.; PHELPS, G. Content knowledge for teaching: What makes it special? Journal of Teacher Education, Washington, v. 59, n. 5, p. 389-407, 2008.

BAUMERT, J.; KUNTER, M.; BLUM, W.; BRUNNER, M.; VOSS, T.; JORDAN, A.; KLUSMANN, U.; KRAUSS, S.; NEUBRAND, M.; TSAI, Y. Teachers' mathematical knowledge, cognitive activation in the classroom, and student progress. American Educational Research Journal, Boston, v. 47, n. 1, p. 133-180, 2010.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CES Nº 1304/2001, de 06 de novembro de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Física. Brasília, DF, 2001b.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP Nº 09/2001, de 08 de maio de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília, DF, 2001a.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução Nº 2, de 26 de fevereiro de 1997. Dispõe sobre os programas especiais de formação pedagógica de docentes para as disciplinas do currículo do ensino fundamental, do ensino médio e da educação profissional em nível médio. Brasília, 1997.

BRASIL. Lei Nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino. PCN+ para o Ensino de Ciências e Matemática. Brasília: Ministério da Educação, 2002.

BROCK, C.; ROCHA FILHO, J. B. Algumas origens da rejeição pela carreira profissional no magistério em Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 28, n. 2, p. 356-372, ago. 2011.

CAMARGO, S.; NARDI, R. Formação de professores de Física: os estágios supervisionados como fonte de pesquisa sobre a prática de ensino. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 3, 2011.

CAUET, E.; LIEPERTZ, S.; BOROWSKI, A.; FISCHER, H. E. Does it Matter What We Measure? Domain-specific Professional Knowledge of Physics Teachers. Revue suisse des sciences de l’éducation, v. 37, n. 3, p. 462-479, 2015.

DECONTO, D. C. S.; CAVALCANTI, C. J. H.; OSTERMANN, F. Incoerências e contradições de políticas públicas para a formação docente no cenário atual de reformulação das diretrizes curriculares nacionais. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 33, n. 1, p. 194-222, 2016.

DINIZ-PEREIRA, J. E. As licenciaturas e as novas políticas educacionais para a formação docente. Educação & Sociedade, Campinas, v. 20, 68, p. 109-125, 1999.

DINIZ-PEREIRA, J. E. Formação de Professores: Pesquisa, representações e poder. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

ETKINA, E. Pedagogical content knowledge and preparation of high school physics teachers. Physical Review Special Topics: Physics Education Research, v. 6, artigo 020110, Ago. 2010.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. S.; ANDRÉ, M. E. D. A. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: Unesco, 2011.

HALIM, L.; MEERAH, S. M. Science Trainee Teachers’ Pedagogical Content Knowledge and its Influence on Physics Teaching. Research in Science & Technological Education, v. 20, n. 2, p. 215-225, 2002.

HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos de Física: Eletromagnetismo. 10. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos de Física: Gravitação, Ondas e Termodinâmica. 10. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos de Física: Mecânica. 10. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

HALLIDAY, D; RESNICK, R; WALKER, J. Fundamentos de Física: Ótica e Física Moderna. 10. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

HASHWEH, M. Z. Effects of subject-matter knowledge in the teaching of biology and physics. Teaching and Teacher Education, v. 3, n. 2, p. 109-120, 1987.

JOHNSTON, J.; AHTEE, M. Comparing primary student teachers’ attitudes, subject knowledge and pedagogical content knowledge needs in a physics activity. Teaching and Teacher Education, v. 22, n. 4, p. 503-512, 2006.

JÜTTNER, M.; NEUHAUS, B. J. Validation of a paper-and-pencil test instrument measuring biology teachers‘ pedagogical content knowledge by using think-aloud interviews. Journal of Education and Training Studies, v. 1, n. 2, p. 113-125, 2013.

KIRSCHNER, S.; BOROWSKI, A.; FISCHER, H. E; GESS-NEWSOME, J.; AUFSCHNAITER, C. V. Developing and evaluating a paper-and-pencil test to assess components of physics teachers’ pedagogical content knowledge. International Journal of Science Education, v. 35, n. 5, p. 2-30, 2016.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Rio de Janeiro: EPU, 2013.

MAGNUSSON, S.; KRAJCIK, J.; BORKO, H. Nature, sources, and development of pedagogical content knowledge for science teaching. In: GESS-NEWSOME, J.; LEDERMAN, N. (Eds.). Examining pedagogical content knowledge. The construct and its implications for Science education. Dordrecht, Boston, London: Kluwer Academic Publishers, 1999. p. 95-132.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MARIES, A.; SINGH, C. Exploring one aspect of pedagogical content knowledge of teaching assistants using the test of understanding graphs in kinematics. Physical Review Special Topics: Physics Education Research, v. 9, n. 2, p. 1-14, 2013.

MARSHMAN, E. Improving the Quantum Mechanics Content Knowledge and Pedagogical Content Knowledge of Physics Graduate Students. 2015. Tese (Doutorado) – University of Pittsburgh, Pittsburgh, PA, EUA.

MELO, L.; CAÑADA, F.; DÍAZ, M. Formación continua del profesorado de Física através del conocimiento didáctico del contenido sobre el campo eléctrico en Bachillerato: un caso de estúdio. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 34, n. 1, p. 131-151, abr. 2017.

MELO-NIÑO, L; CAÑADA, F.; MELLADO, V. Initial Characterization of Colombian High School Physics Teachers’ Pedagogical Content Knowledge on Electric Fields. Research in Science Education, v. 47, n. 1, p. 25-48, 2017.

NILSSON, P. Teaching for understanding: The complex nature of pedagogical content knowledge in pre‐service education. International Journal of Science Education, v. 30, n. 10, p. 1281-1299, 2008.

NILSSON, P.; LOUGHRAN, J. Exploring the Development of Pre-Service Science Elementary Teachers’ Pedagogical Content Knowledge. Journal of Science Teacher Education, v. 23, n. 7, p. 699-721, 2012.

NIÑO, L. V. M.; CAÑADA F.; MELLADO, V.; BUITRAGO, A. Desarrollo del conocimiento didáctico del contenido en el caso de la enseñanza de la carga eléctrica en Bachillerato desde la práctica de aula. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, v. 13, n. 2, p. 459-475, 2016.

NIVALAINEN, V.; ASIKAINEN, M. A.; SORMUNEN, K.; HIRVONEN, P. E. Preservice and Inservice Teachers’ Challenges in the Planning of Practical Work in Physics. Journal of Science Teacher Education, v. 21, n. 4, p. 393-409, 2010.

PEREIRA, G. J. S. A.; MARTINS, A. F. P. A inserção de disciplinas de conteúdo histórico-filosófico no currículo dos cursos de Licenciatura em Física e em Química da UFRN: uma análise comparativa. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 28, n. 1, p. 229-258, abr. 2011.

SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

SANTOS, R. A. dos. Metodologia científica: a construção do conhecimento. 7. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2007.

SARIGÖL, J.; AKDENİZ, A. J. The effect of the course of teaching practice on prospective science student teachers' teaching methods and technical knowledge of the subject of electromagnetism. Procedia - Social and Behavioral Sciences, v. 136, p. 463- 468, 2014.

SCHEINER, T.; MONTES, M. A; GODINO, J. D; CARRILLO, J; PINO-FAN, L. R. What Makes Mathematics Teacher Knowledge Specialized? Offering Alternative Views. International Journal of Science and Mathematics Education, Taiwan, v. 16, n. 90, p. 1-20, set. 2017.

SEUNG, E.; BRYAN, L. A.; HAUGAN, M. P. Examining Physics Graduate Teaching Assistants’ Pedagogical Content Knowledge for Teaching a New Physics Curriculum. Journal of Science Teacher Education, v. 23, n. 5, p. 451-479, 2012.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Harvard Educational Review, Cambridge, v. 57, n. 1, p. 1-22, 1987.

SHULMAN, L. S. Those who understand: Knowledge growth in teaching. Educational Researcher, Washington, v. 15, n. 2, p. 4-14, 1986.

SILVA, F. R.; BARROS, M. A. B.; LABURÚ, C. E.; SANTOS, L. C. A. Crenças de Eficácia, Motivação e a Formação de Professores de Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 28, n. 1, p. 214-228, abr. 2011.

TOTI, F. A.; PIERSON, A. H. C. Compreensões sobre o processo de formação para a docência: concepções de bacharéis e licenciandos sobre a licenciatura em Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 29, n. 3, p. 1074-1107, dez. 2012.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Conselho de Graduação e Educação Profissional. Resolução Nº 28/11 – COGEP. Dispõe sobre o Regulamento do Programa Especial de Formação Pedagógica - PROFOP/PARFOR, da UTFPR. Curitiba, 2011a. 19 p.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Conselho de Graduação e Educação Profissional. Resolução Nº 29/11 – COGEP. Dispõe sobre as Orientações para a Elaboração do Projeto de Abertura de Turma - PROFOP da UTFPR. Curitiba, 2011b. 11p.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Conselho de Graduação e Educação Profissional. Resolução Nº 72/12 – COGEP. Dispõe sobre o Regulamento do Programa Especial de Formação Pedagógica - PROFOP/PARFOR, da UTFPR. Curitiba, 2012. 19 p.

VERDUGO-PERONA, J. J.; SOLAZ-PORTOLES, J. J.; SANJOSE-LOPEZ, V. El Conocimiento didáctico del contenido en ciencias: estado de la cuestión. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47 n. 164, p. 586-611, abr./jun. 2017.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2019v36n1p224

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >