Feyerabend e o pluralismo metodológico

Ana Carolina Krebs Pereira Regner

Resumo


Na epistemologia contemporânea, Paul Karl Feyerabend, pensador
austríaco (1924-1994), cientista (doutor em Física), filósofo,
especialista em teatro e doutor honoris causa em Letras e
Humanidades, é um dos mais perspicazes críticos das análises da
natureza da ciência usualmente propostas. Neste texto, é analisada sua
crítica contra o racionalismo e sua defesa do anarquismo
epistemológico , o qual se traduz numa metodologia pluralista ,
tendo por foco sua obra-chave, Contra o Método. A análise em pauta
revela que Feyerabend se vale de uma estratégia anarquista. Mostra a
irracionalidade das regras do racionalismo, dado o que esse pretende
e os procedimentos que propõe, e a razoabilidade das regras que são
contrárias às suas (as contra-regras), à luz da praxis científica. Como
resultado da análise empreendida, coloca-se a questão: a que
racionalidade se dirige a crítica de Feyerabend? Na edição inglesa
mais recente de sua obra-chave, é reforçada e mais trabalhada a idéia,
já insinuada na primeira edição, de que o significado da
racionalidade não se esgota no daquela que é criticada.
PALAVRAS-CHAVE: Paul Feyerabend , Filosofia da Ciência ,
racionalismo , racionalismo crítico , pluralismo metodológico .

Texto completo:

PDF

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM


 

Creative Commons License
Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >