O Voice Onset Time das plosivas do português brasileiro em contato com o Hunsrückisch e seu desvozeamento variável

Autores

  • Claudia Camila Lara UFRGS - Porto Alegre
  • Elisa Battisti UFRGS - Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2014v11n1p39

Palavras-chave:

variação, contato linguístico, plosivas, VOT.

Resumo

O presente estudo volta-se ao Voice Onset Time (VOT) de plosivas desvozeadas no português brasileiro (PB) em contato com o Hunsrückisch, língua minoritária alemã falada na comunidade de Glória, zona rural do município de Estrela (RS). Os objetivos são (a) apresentar algumas características acústicas de plosivas do PB de contato, na tentativa de confirmar o desvozeamento variável percebido de oitiva em um estudo sociolinguístico (LARA, 2013); e (b) verificar se os valores de VOT conformam-se ao padrão do Hunsrückisch, ao do PB, ou se são únicos à língua de contato (MOHANAN e MOHANAN, 2003). Realiza-se análise acústica das plosivas com o programa computacional PRAAT (BOERSMA; WEENINK, 2013), produzidas por uma informante adulta (LARA, 2013). A análise acústica confirma o desvozeamento captado de oitiva. Mostra que os valores de VOT não se conformam ao padrão de desvozeamento do Hunsrückisch, aproximando-se ao do PB, mas parecendo ser específicos ao PB de contato.

Biografia do Autor

Claudia Camila Lara, UFRGS - Porto Alegre

x

Downloads

Publicado

2014-06-07