A constituição do ethos discursivo em letra de moda de viola

Cristiane da Silva Ferreira

Resumo


O objetivo deste artigo é investigar a constituição do ethos discursivo na letra de moda de viola Ferreirinha, produzida por Adauto Ezequiel, conhecido como Carreirinho, em 1950. Fundamentados pelo aporte teórico-metodológico da Análise do Discurso, mais especificamente o pressuposto de Maingueneau, concebemos o ethos discursivo como uma categoria de análise eficaz e interativa, uma vez que está associada ao processo de adesão dos sujeitos a um certo posicionamento. Os resultados da análise apontam que o discurso da letra de moda de viola selecionada desvela um ethos discursivo baseado em valores e estereótipos validados socialmente, principalmente, pelos migrantes rurais instalados na capital paulista.


Palavras-chave


Ethos discursivo; Moda de viola; Análise do discurso

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n2p665

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil