Conectores e processo de negociação: uma proposta discursiva para o estudo dos conectores

Autores

  • Gustavo Ximenes Cunha Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2017v14n1p1699

Palavras-chave:

Conectores, Contexto, Processo de negociação

Resumo

Neste trabalho, desenvolvo a hipótese de que os conectores atuam como sinalizadores das manobras discursivas realizadas pelos interlocutores durante a interação. Diferentemente das abordagens que estudam os conectores de forma descontextualizada, esta proposta considera que eles são profundamente ligados à situação de comunicação, na medida em que aos conectores cabe o papel de sinalizar para o interlocutor o esforço do locutor em produzir uma intervenção que seja suficientemente completa e clara para o desenvolvimento do processo de negociação. Nesta proposta, são fundamentais as noções de contexto (situação de ação) e de processo de negociação, ambas desenvolvidas no interior de um modelo da Análise do Discurso, o Modelo de Análise Modular do Discurso. Para ilustrar a proposta, analiso um fragmento de um debate eleitoral.

Biografia do Autor

Gustavo Ximenes Cunha, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Doutor em Linguística pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e professor da Faculdade de Letras da UFMG.

Publicado

2017-03-01

Edição

Seção

Artigo