O operador aspectual 'se' no espanhol do Chile: contextos semânticos e morfossintáticos de uso

Débora Cristina Paz Paz Lourençoni, Adriana Leitão Martins

Resumo


Este trabalho enquadra-se no paradigma teórico do gerativismo por assumir que o traço aspectual de telicidade é representado na faculdade da linguagem e tem por objetivo investigar contextos semânticos e morfossintáticos que ensejem o uso do operador aspectual se na expressão desse traço no espanhol do Chile (EC). As hipóteses testadas são que, no EC, esse operador (i) aparece exclusivamente combinado a verbos de consumo e (ii) não aparece combinado à perífrase formada por "estar" (no presente) + gerúndio. Para tanto, aplicaram-se um teste de produção semiespontânea e um de julgamento de gramaticalidade comentado a cinco falantes nativos. Os resultados indicaram que esse operador parece (i) bastante produtivo com verbos de consumo, mas também associado a outros tipos de verbo, (ii) mais produtivo em sentenças cujo verbo tenha aspecto perfectivo e (iii) obrigatório com verbos inacusativos participantes da alternância causativa/incoativa quando utilizados em sua parte incoativa. As hipóteses foram refutadas.



Palavras-chave


Telicidade; Espanhol do Chile; Operador aspectual 'se'

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2017v14n2p2076

Direitos autorais 2017 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil