Herdeiros linguísticos: o patrimônio cultural dos filhos ouvintes de pais surdos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2018v15n3p3259

Palavras-chave:

Língua de Herança, CODAS, LIBRAS

Resumo

RESENHA

Biografia do Autor

Sandra Luzia Wrobel Straub, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Paraná (1985), especialista em Educação Continuada e à Distância pela UNB, mestre em Educação na área de Educação e Comunicação pela Universidade Federal de Santa Catarina, doutora em Linguística na área de Análise de Discurso pelo IEL/UNICAMP. Professora concursada da Universidade do Estado de Mato Grosso. Líder do grupo de pesquisa "Educação científico-tecnológica e cidadania". Foi coordenadora do Centro de Educação a Distância (CEACD) no Campus Universitário de Sinop/UNEMAT, Assessora da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UNEMAT. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Políticas Educacionais e Legislação de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: tecnologias de informação e de comunicação, Proinfo, políticas públicas, educação a distância, tecnologia assistiva,capacitação de professores e pesquisa na educação.

Ana Paula de Souza Pereira, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT) (2017), Mestranda em Estudos Linguísticos pelo Programa de Pós-Graduação em Letras pela Universidade Estadual de Mato Grosso (2017) . Estudante de pós graduação Lato Sensu em Educação especial com ênfase em deficiência auditiva pela Faculdade de São Luis EAD (2017). Tem experiência nas pesquisas relacionadas aos estudos em Língua de Sinais Brasileira (LIBRAS).

Downloads

Publicado

2018-10-23

Edição

Seção

Resenha