A pobreza e suas faces em retrato nas notícias: uma abordagem diacrônica e crítico-discursiva

Fábio Fernando Lima

Resumo


Circunscrito ao quadro teórico da Análise Crítica do Discurso, o objetivo deste trabalho é o de analisar o noticiário publicado na grande mídia impressa paulista no decorrer dos séculos XIX, XX e XXI  acerca de determinados segmentos excluídos em função de suas condições socioeconômicas, e que assim se encontram em situação de subordinação em relação a outro grupo, majoritário e dominante. Considerando que esses veículos de comunicação sempre estiveram sob o controle das classes dominantes, partimos do princípio de que encontraremos, nesse noticiário, um preconceito de base, em consonância com a própria ideologia vigente nesses grupos, materializado mediante diversos procedimentos discursivos (muitas vezes camuflados) que buscam o estabelecimento de determinados consensos hegemônicos e a manutenção do status quo, cujo objetivo deste trabalho é descrevê-los. O material para análise será extraído dos jornais Correio Paulistano, A Província de São Paulo/O Estado de S. Paulo e Folha da Noite/Folha de S. Paulo.

 

Palavras-chave


Análise crítica do discurso; Noticiário; Mudança discursiva; Exclusão social

Texto completo:

PDF/A

Referências


BAHIA, J. Jornal, história e técnica. 4.ed. São Paulo: Ática, 1990.

COSTA, A. Tradições Discursivas em jornais paulistas de 1854 a 1901: gêneros entre a história da língua e a história dos textos. Munich: Grin, 2010.

COUTO, B. O Direito social e a assistência social na sociedade brasileira: uma equação possível? São Paulo: Cortez, 2006.

FAIRCLOUGH, N. Critical Discourse Analysis: the critical study of language. London and New York: Longman, 1995.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2001a.

FAIRCLOUGH, N. Critical discourse analysis as a method in social scientific research. In: WODAK, R.; MEYER, M. (org.) Methods of critical discourse analysis. London, Thousand Oaks, Nova Delhi: Sage, 2001b. p. 121-138.

FAIRCLOUGH, N. Analysing Discourse: textual analysis for social research. London: Routledge, 2003.

FREIRE FILHO, J. A sociedade do espetáculo revisitada. Famecos, Porto Alegre, n. 22, p. 33-46, 2003.

HALLIDAY, M. An Introduction to functional grammar. London: Edward Arnold, 1985.

MARSHALL, L. O jornalismo na era da publicidade. São Paulo: Summus, 2003.

MARTIN, J; WHITE, P. The language of evaluation: appraisal in English. New York/Hampshire: Palgrave Macmillan, 2005.

OLIVEIRA, F. Vanguarda do atraso e atraso da vanguarda: Globalização e neoliberalismo na América Latina. Revista Praga, São Paulo, n. 4, p. 31-33, 1997.

PERELMAN, C; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. O tratado da argumentação: a nova retórica. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

SODRÉ, N. História da imprensa no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad, 1999.

SPOSATI, A. A menina LOAS: um processo de construção da assistência social. São Paulo: Cortez, 2007.

THOMPSON, J. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Petrópolis: Vozes, 1995.

THOMPSON, J. Mídia e modernidade: uma teoria social da mídia. Petrópolis: Vozes, 2008.

VAN DIJK, T. A. Discurso, poder y cognición social. Cuadernos, Cali, año 2, 1994. Disponível em: www.discursos.org/Art/Discurso,%20poder%20y%20cognici%F3n%20social.pdf. Acesso em: 6 jun. 2018.

VAN DIJK, T. A. Discurso e poder. São Paulo: Contexto, 2008.

WODAK, R. Do que trata a ACD: um resumo de sua história, conceitos importantes e seus desenvolvimentos. Linguagem em (dis)curso, Tubarão, v. 4, n. especial, p. 223-243, 2004.




DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2020v17n1p4414

Direitos autorais 2020 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil