Acesso lexical: uma rota dupla para o português brasileiro

Joyse Medeiros, Janaina Weissheimer, Aniela Improta França, Sidarta Ribeiro

Resumo


O presente estudo avalia se o modo como acessamos as palavras é influenciado pela estrutura do léxico; mais especificamente, se há diferenças na forma como reconhecemos palavras simples e compostas do Português Brasileiro (PB). Para isto, aplicamos dois testes de acesso lexical a 80 participantes para determinar (i) se há diferenças nos tempos de reação e acurácia de resposta entre palavras simples e compostas, e (ii) se essas diferenças se correlacionam com a frequência de uso dessas palavras. Os resultados do experimento 1 fornecem evidências para ocorrências de decomposição no reconhecimento de palavras compostas do PB. No entanto, as latências de resposta das palavras de altas frequências dos experimentos 1 e 2 confirmam as predições de modelos de listagem plena. Para explicar esses resultados sugerimos um mecanismo de acesso lexical em rota dupla, em que cada tipo de palavra é acessado mais rapidamente dependendo da sua frequência e de propriedades morfológicas.


Palavras-chave


Acesso Lexical; Compostos; Morfologia; Psicolinguística

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2014v11n3p278

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil