Videomontagens de humor: reflexões sob a perspectiva do gênero

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2020.e66144

Palavras-chave:

Derrisão, Discurso político, Gênero de discurso

Resumo

Este artigo tem como objetivo observar como videomontagens do YouTube se constituem em um gênero do discurso. Desta forma, iremos pensar como esse gênero foi mobilizado para construir sentido em torno da imagem do ex-presidente Lula. Com o embasamento teórico-metodológico da análise do discurso, em especial na questão do gênero videomontagem, na perspectiva bakhtiniana, procuramos posicionarmo-nos sob um viés mais midiatizado, assim como apoiamo-nos na questão do gênero a partir da noção de cena enunciativa proposta por Dominique Maingueneau.

Biografia do Autor

Marco Antonio Almeida Ruiz, Universidade de São Paulo - USP

Doutor em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos e doutor em sociologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS) de Paris. Tem experiência na área de linguística, atuando nos seguintes temas: deslocamentos da análise do discurso.

Ligia Mara Boin Menossi de Araújo, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Doutora em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos e pós-doutoranda em Linguística pela mesma instituição. É editora da Revista Linguasagem (UFSCar) e coordenadora do Laboratório de Estudos Epistemológicos e de Discursividades Multimodais - LEEDiM/UFSCar.

Referências

ARAUJO, L. M. B. M. Política e derrisão em vídeomontagens do YouTube: uma leitura discursiva. 2011. 117p. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Programa de Pós-Graduação em Linguística, Departamento de Letras, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011. Disponível em:

https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/5703/3454.pdf?sequence=1. Acesso em: 20 maio 2019.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, M. Estética da Criação Verbal. Trad. Maria Hermínia Galvão G. Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 2003. p. 261-306.

BAKHTIN, M. (VOLOCHÍNOV) Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 11. ed. São Paulo: Hucitec, 2004.

BONNAFOUS, S. Sobre o bom uso da derrisão em J. M. Le Pen. Trad. Maria do Rosário Gregolin e Fábio César Montanheiro. In: GREGOLIN, M. R. (org.). Discurso e mídia: a cultura do espetáculo. São Carlos: Claraluz, 2003.

DE CERTEAU, M. A escrita da história. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

LULA o analfabeto. Vídeo do youtube, 2006. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=32-Aa0ibiHA. Acesso em: 22 dez. 2019.

MAINGUENEAU, D. Cenas da enunciação. Curitiba: Criar, 2006.

MAINGUENEAU, D. Novas tendências em análise do discurso. Campinas: Pontes, 1997.

MERCIER, A. Pouvoirs de la dérision, dérision des pouvoirs (Introduction). Hermés Revue, n. 29, p. 9-18, 2001.

RUIZ, M. A. A. Derrisão política no YouTube: mídia e discurso. 78p. 2012. Relatório final de iniciação científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) – Departamento de Letras, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.

BONNAFOUS, S. Sobre o bom uso da derrisão em J. M. Le Pen. Trad. de Maria do Rosário Gregolin e Fábio César Montanheiro. In: GREGOLIN, M.R. (org.) Discurso e mídia: a cultura do espetáculo. São Carlos: Claraluz, 2003.

DE CERTEAU, M. A escrita da história. 2 ed. Rio de Janeiro, RJ: Forense Universitária, 2000.

Lula o analfabeto. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=32-Aa0ibiHA> Acesso em 22 de dez. 2018.

MAINGUENEAU, D. Cenas da Enunciação. Curitiba: Criar, 2006.

______. Novas tendências em análise do discurso. Campinas: Pontes, 1997.

MERCIER, A. Pouvoirs de la dérision, dérision des pouvoirs. (Introduction) In: HERMÉS – Revue. Dérision – contestation, nº29, CNRS, Éditions, 2001.

RUIZ, M. A. A. Derrisão política no YouTube: mídia e discurso. 78p. 2012. Relatório final de iniciação científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Departamento de Letras, Universidade Federal de São Carlos, 2012.

Publicado

2020-12-30