Delimitação perceptual de uma classe correspondente à categoria funcional D: evidências da aquisição do português

Maria Cristina Lobo Name, Leticia Maria Sicuro Correa

Resumo


A sensibilidade de crianças às propriedades fônicas dos determinantes na aquisição do Português é investigada. Parte-se da hipótese de que a representação da Categoria D é necessária para que a criança venha a identificar o modo como o gênero gramatical se realiza no português. Tal hipótese pressupõe reconhecimento precoce dos elementos que pertencem ao conjunto dos determinantes. Apresenta-se um experimento realizado com crianças brasileiras cujos resultados sugerem sensibilidade aos determinantes aos 14 meses (idade média). Discutem-se os resultados e as implicações destes para uma teoria de aquisição da linguagem, considerando-se particularmente a controvérsia quanto à disponibilidade precoce de categorias funcionais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil