Aspectos da reestruturação das universidades federais por meio do Reuni: um estudo no estado de Santa Catarina

Autores

  • Danilo de Melo Costa Centro Universitário UNA / Faculdade Infórium de Tecnologia
  • Alexandre Marino Costa Universidade Federal de Santa Catarina
  • Cláudio José Amante Universidade Federal de Santa Catarina
  • Cláudio Heleno Pinto da Silva Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - IFSMG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4nespp01

Palavras-chave:

Reuni, UFSC, UFFS, Educação superior, Expansão.

Resumo

As Universidades Federais Brasileiras passam por uma grande transformação que ocorre por meio de sua reestruturação bem como sua expansão. Novas universidades e novos campi em universidades que já existiam estão agora presentes em todas as unidades da federação. No Estado de Santa Catarina, este crescimento esta pautado com a reestruturação da Universidade Federal de Santa Catarina, por meio do Reuni, e a criação da Universidade Federal da Fronteira Sul, fundada no âmbito do programa. Sendo assim, o presente artigo se propôs a analisar os principais aspectos desta reestruturação no Estado de Santa Catarina. Para tanto, realizou-se uma pesquisa exploratória e qualitativa. Para coleta e análise dos dados, foram utilizados desde relatórios do MEC, INEP, ANDIFES, leis e decretos, até materiais já publicados que tratavam do presente tema. Além do mais, foram realizadas entrevistas com os Reitores em exercício das instituições estudadas. Os resultados mostraram que a expansão das universidades federais tem, de fato, acontecido, e em Santa Catarina, este fenômeno se confirmou. Além da expansão do número de vagas, pôde-se constatar que o Reuni tem dado mais oportunidades as pessoas de classes economicamente desfavorecidas, sinalizando o início de uma importante democratização da educação superior no Brasil.

Downloads

Publicado

2011-06-01

Edição

Seção

Artigos