A gestão do conhecimento aplicada em instituições de ensino superior: o caso da Associação Catarinense de Fundações Educacionais

Autores

  • Marcos Ferasso Universidade Federal do Piauí.
  • Jorge Alberto Velloso Saldanha Universidade Federal do Piauí.

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4nespp51

Palavras-chave:

Gestão do conhecimento, Gestão universitária, ACAFE.

Resumo

O conhecimento humano é criado e expandido através de interação social entre o conhecimento tácito e o explícito, o que se denomina conversão do conhecimento. Dessa forma, existem quatro formas de conversão de conhecimento: a socialização, a externalização, a combinação e a internalização. O presente estudo de caso busca investigar como se configura o processo de conversão do conhecimento, em instituições de ensino superior. Por meio da pesquisa, descobriu-se que existem quatro fatores de grande importância e que garantem a geração e difusão do conhecimento na ACAFE, são eles: criação de grupos ad hocformados para unificar procedimentos e obter ações conjuntas; decisões são tomadas em colegiado, registrando atribuições e responsabilidades para cada instituição; a interação e comunicação entre os membros de câmaras setoriais se dá pela forma de listas eletrônicas, para troca de informações e experiências; e as fontes internas próprias são as principais fontes de informação e conhecimento para o desenvolvimento tecnológico. Percebeu-se que a ACAFE encontra-se em estágio avançado na gestão deste conhecimento, necessitando fortalecer os conhecimentos captados fora da ACAFE, considerados na elaboração de estratégias, além da segurança e proteção do conhecimento desenvolvido e/ou adquirido.

Downloads

Publicado

2011-06-01

Edição

Seção

Artigos