Universidade no século XXI: pesquisa e ensino

Martha Abrahão Saad Lucchesi, Eliana Branco Malanga

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n2p98

 

O objetivo deste artigo é discutir a validade das políticas públicas adotadas pelo governo brasileiro para a educação superior na última década, analisar suas consequências na configuração da universidade para o século XXI, denominada “universidade emergente”, e buscar potencialidades para a transformação do paradigma vigente na universidade atual. Para a análise, foi realizada uma pesquisa documental dos dados disponibilizados pelo Ministério da Educação do Brasil, que focalizam as políticas públicas para o setor e uma pesquisa bibliográfica utilizando textos constitucionais e legais. Recorre-se ainda, a teóricos como Duhram e Sampaio (2000), Cunha (2004), Baty (2011) e outros. O pressuposto que norteia este estudo é demonstrar a possibilidade da pesquisa na universidade (aqui conceituada como as várias categorias acadêmicas do ensino superior), diante das mudanças sociais desse início de milênio, e as transformações exigidas para a universidade, sua episteme, sua missão e seu ethos no mundo contemporâneo.


Palavras-chave


Políticas públicas; Educação superior; Universidade; Pesquisa e Ensino

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n2p98

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.