O balanced scorecard como ferramenta de gestão estratégica em uma universidade federal

Autores

  • Fernando Richartz UFSC
  • Letícia Meurer Krüger UFSC
  • Altair Borgert UFSC
  • Sergio Murilo Petri UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n3p1

Palavras-chave:

Balanced scorecard, Universidade, Gestão estratégica

Resumo

O objetivo deste trabalho é estruturar um Balanced Scorecardpara o Departamento de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Catarina, cuja finalidade é alinhar uma área de negócio (CCN) com as estratégias definidas pela corporação (UFSC). Para a elaboração do BSC parte-se das informações contidas no planejamento estratégico do departamento, desenvolvido em 2008, para o período 2009/2020. O mapa estratégico contempla quatro perspectivas, sete subáreas, vinte e seis objetivos, bem como as relações entre eles. A base do mapa são as pessoas, que por meio de processos se relacionam com os clientes e com a sociedade. Posteriormente, com base nos objetivos definidos, elaborou-se o painel balanceado. Nele, cada objetivo possui um indicador de controle, um valor de referência, uma meta (para ser atingida até 2020) e ações ou iniciativas a serem tomadas para atingir os objetivos. No entanto, por serem informações estratégicas, são apresentadas de forma mais detalhada apenas as informações da perspectiva “pessoas”. Os resultados desta perspectiva são: i) Para o indicador % de professores com grupos de estudos registrados no CNPQ tem-se como referência 25% e estima-se como meta o percentual de 50%; ii) para o % de doutores com Pós-Doc concluído ou em desenvolvimento tem-se como referência 20% e meta 50%; iii) em relação ao % de docentes que cursaram ao menos um curso por ano dos oferecidos pelo Profor tem-se, atualmente, 22% e como meta 80%; iv) para o número de programas Universidade/Professor/Empresa utiliza-se a referência de 2 e meta de pelo menos 5; v) por fim, para o % de professores pertencentes ao CFC, CPC, Ibracon, CRCs tem-se 15% e pretende-se atingir 30% até 2020.

Downloads

Publicado

2012-12-18

Edição

Seção

Artigos