Mudança estratégica e processo de institucionalização em uma universidade: o desenvolvimento de esquemas interpretativos entre os gestores

Autores

  • Fernando Colares Palacios Universidade da Amazônia Universidade do Estado do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2014v7n3p206

Palavras-chave:

Universidade, Mudança estratégica, Processo de institucionalização

Resumo

O objetivo da pesquisa foi identificar e analisar ideias, valores e crenças presentes nos processos cognitivos dos gestores de uma nova unidade universitária em processo de implantação de uma nova estratégia. A partir de questionamentos sobre as dimensões da mudança propostas por Mintzberg et al. (2006), é avaliado o desenvolvimento de esquemas interpretativos capazes de comprovar ou não o início de um processo de institucionalização. A coleta de dados deu-se por meio de entrevistas semi-estruturadas com os gestores de nível médio, observação não participante e análise documental. A pesquisa caracteriza-se como um estudo de caso, com perspectiva de análise transversal e abordagem descritivo-qualitativa, sendo o foco, o processo de mudança estratégica em uma universidade pública brasileira Os resultados evidenciaram a importância da análise dos esquemas interpretativos dos dirigentes para compreender o nível de institucionalização de dado projeto. Também se constataram práticas incongruentes com o projeto da nova unidade e que podem comprometer a efetiva implementação da estratégia formulada.

Biografia do Autor

Fernando Colares Palacios, Universidade da Amazônia Universidade do Estado do Pará

Doutor em administração FEA/USP, Mestre em Educação (UEPA/ILAC/UECE),

Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da UNAMA

 

Downloads

Publicado

2014-11-07

Edição

Seção

Artigos