Universidades privadas e o Enade: qual categoria administrativa tem melhor desempenho no curso de Administração

Adriana Amadeu Garcia Torres, Paulo Cesar de Albuquerque Macedo, Alexandre Mendes Nicolini, Rui Otávio Bernardes de Andrade, Evandro de Campos Câmara

Resumo


Em função da mercantilização do ensino superior, e do espaço conquistado pelas universidades privadas neste cenário, o presente artigo tem como objetivo identificar, dentre as universidades privadas, qual a categoria administrativa – com fins lucrativos, sem fins lucrativos ou especial – que apresenta melhor desempenho no Enade. Para tanto, foram considerados os resultados nas três edições do Enade (2006, 2009 e 2012) das universidades privadas que oferecem o curso de bacharelado em Administração. A pesquisa foi descritiva e o levantamento de dados realizado com base em pesquisa bibliográfica. A base de dados disponibilizada pelo Inep foi de fundamental importância para se responder à questão levantada, desenvolvendo um trabalho de natureza quantitativa. Os resultados demonstram que os cursos ofertados em Instituições de Ensino Superior (IES) sem fins lucrativos têm avaliações superiores às suas congêneres que visam ao lucro, principalmente se elas forem filantrópicas ou confessionais.


Palavras-chave


Avaliação; Universidade; Enade; Curso de Administração

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2016v9n1p1

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.