A sustentabilidade na perspectiva de discentes de administração de uma universidade pública federal: na prática a sustentabilidade fica no discurso

Annor da Silva Junior, Priscilla de Oliveira Martins da Silva, Katia Cyrlene de Araújo Vasconcelos, Vitor Correa da Silva, Sarah Luiza Martins Silva de Brito, José Michel Rocha Monteiro

Resumo


Investigou-se o ponto de vista de discentes de graduação em administração acerca da noção de sustentabilidade. Articulou-se a teoria dos stakeholders, com o corpo de conhecimento acerca da sustentabilidade, da ética e da formação do administrador. Metodologicamente, realizou-se uma pesquisa survey, cuja coleta envolveu a triangulação de dados por meio da aplicação de questionários e pesquisa documental. Os dados coletados por meio de questionários foram submetidos à análise estatística. A amostra contou com 233 discentes (30,98% do tamanho da população) de todos os períodos do curso e dos turnos matutino e noturno. A síntese dos resultados revela que, do ponto de vista dos respondentes, a noção de sustentabilidade, que pressupõe o tratamento equitativo das dimensões econômica, sociocultural e ambiental, fica apenas no campo do discurso (comportamento esperado) e não se materializa na prática (comportamento efetivo). As evidências indicam que a dimensão econômica prevalece sobre as demais, principalmente, quando a lucratividade do acionista e a sobrevivência da organização são os objetos de investigação. Reflexões acerca do processo de formação do administrador são necessárias, sobretudo pelos indícios de que o modelo de formação cartesiano e voltado para a lucratividade ainda prevalece frente a educação voltada para a sustentabilidade.

Palavras-chave


Sustentabilidade; Formação do administrador; Stakeholders; Comportamento esperado; Comportamento efetivo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2018v11n4p292

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.