Políticas de inclusão aplicadas na Universidade Federal de Santa Catarina: gestão social ou gestão estratégica?

Kátia Denise Moreira, Mércia Pereira, Sirlene Silveira de Amorim, Luís Moretto Neto

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4nespp251

 

As políticas de inclusão, aplicadas no âmbito da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) estão expressas no programa de Ações Afirmativas, o qual trata do sistema de cotas, o Programa Incluir, aplicado para aqueles portadores de necessidades especiais, e o Curso Pré-Vestibular, que visa a democratizar o acesso ao ensino superior. O objetivo da pesquisa é investigar se essas políticas de inclusão são uma prática de gestão social ou se pretendem apenas atender ao definido na gestão estratégica da Instituição. A metodologia está embasada na abordagem científica de natureza predominantemente qualitativa. É descritiva, com base na análise de documentos, obras e relatórios.  O resultado evidencia que as políticas de inclusão da UFSC são aplicadas sob a ótica da gestão estratégica; entretanto, verificam-se elementos característicos da inovação social, e também há, em suas origens, alinhamento com o que pretende a gestão social.


Palavras-chave


Gestão estratégica; Gestão social; Inovação social; Políticas de inclusão.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4nespp251

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.