A definição do perfil de vulnerabilidade para acesso à política de permanência no ensino superior

Lilian Tedy Pereira, Mário de Souza Almeida

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2015v8n1p132

Este estudo busca analisar o sistema de estudo socioeconômico realizado nas Universidades. Os fundamentos que balizaram o estudo foram: Conhecimentos dos Profissionais da Equipe de Serviço Social, a Delimitação da concepção de Vulnerabilidade, Gestão das Políticas de Permanência e o Instrumental Técnico Operativo utilizado no Estudo Socioeconômico. No desenvolvimento da pesquisa, utilizou-se uma abordagem qualitativa de natureza aplicada com caráter descritivo do estudo de multicaso.  Para coleta de dados foi utilizada a pesquisa documental, bibliográfica e o questionário encaminhado via e-mail aos gestores das equipes de Assistentes Sociais de cinco universidades. Nas informações obtidas foi possível identificar as formas utilizadas para o estudo socioeconômico nas universidades. Embora as formas adotadas de construção das metodologias apresentem a preocupação com as bases teóricas, que são principalmente desenvolvidas a partir dos conhecimentos dos Assistentes Sociais, não fica clara a definição de uma teoria específica para estudo socioeconômico.


Palavras-chave


Estudo socioeconômico; Gestão da assistência; Gestão da permanência

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2015v8n1p132

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.