GOVERNANÇA PÚBLICA E AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PERCEPÇÃO DOS GESTORES E DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO DOS CONCEITOS

Conteúdo do artigo principal

Nicolas Rufino dos Santos
Rafael Pereira Ocampo Moré

Resumo

Este estudo tem por objetivos caracterizar como a governança e a autonomia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) são percebidas pelos gestores universitários e descrever a historicidade da governança nas políticas institucionais da UFSC. O estudo se caracteriza pelas naturezas qualitativa e descritiva. Os sujeitos da pesquisa são os gestores universitários de todos os campi da UFSC. Utilizou-se de dados primários e secundários coletados por meio de pesquisas documental, bibliográfica, questionário e entrevistas semiestruturadas. Os resultados da pesquisa evidenciam uma uniformidade de compreensão do conceito de governança por parte dos gestores universitários da UFSC, apesar de haver divergências em determinados elementos que constituem o conceito quando comparados à literatura acadêmica. A pesquisa também identificou uma compreensão aprofundada do que venha a ser governança e um desdobramento do conceito para áreas essenciais da administração da universidade. Apesar de a universidade apresentar avanços consideráveis, a pesquisa identificou lacunas a serem preenchidas pela gestão universitária. De todo o modo, é natural que seja assim, pois tanto a governança quanto a universidade são objetos de constante desenvolvimento.


Balbachevsky, E., Kerbauy, M. T., & Fabiano, N. D. L. (2016). A Governança universitária em transformação: a experiência das universidades públicas brasileiras.


Koga-ito, C. Y., & Luca, T. R. de. Escola UNESP de liderança e gestão: instrumento para excelência da gestão institucional. São Paulo: Cultura Acadêmica, 125-138.


Chauí, M. D. S., & Bernheim, C. T. (2008). Desafios da universidade na sociedade do conhecimento: cinco anos depois da conferência mundial sobre educação superior.


Bevir, M. (2007). Encyclopedia of governance (Vol. 1). Sage.


Brunner, J (2011). Gobernanza universitaria: tipología, dinámicas y tendencias. University governance: typology, dynamics and trends. Revista de educación, 355(2), 137-159.


Bovaird, T. (2005). Public governance: balancing stakeholder power in a network society. International review of administrative sciences, 71(2), 217-228.


Bovaird, T., Löffler, E., & Löffler, E. (Eds.). (2016). Public management and governance, 3. London: Routledge.


Cepiku, D. (2008). Public governance: research and operational implications of a literature review. Innovations in public management and governance in Italy, 97-113.


Chauí, M. (2003). A universidade pública sob nova perspectiva. Revista brasileira de educação, 5-15.


Colossi, N., & Bernardes, J. F. (2007). Transformações globais, crise-mudança em instituições universitária: algumas considerações. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, 1(1), 75-88.


Dias, T., & Cario, S. A. F. (2014). Governança Pública: ensaiando uma concepção. Contabilidade, Gestão e Governança, 17(3).


 


Denhardt, R. B., & Denhardt, J. V. (2015). The new public service: Serving rather than steering. Public administration review, 60(6), 549-559.


Heidemann, F., & Salm, J. (2009). Políticas públicas e desenvolvimento: bases epistemológicas e modelos de análise.


Heidemann, F. G. (2009). Do sonho do progresso às políticas de desenvolvimento. Políticas públicas e desenvolvimento: bases epistemológicas e modelos de análise. Brasília: UNB, 23-39.


Kerr, C. (2005). Os usos da universidade. Editora da UnB.


Fávero, M. D. L. A. (2004). Autonomia e poder na universidade: impasses e desafios. Perspectiva, 22(1), 197-226.


Fielden, J. (2008). Global trends in university governance. Education working paper series, 9, 278200-1099079877269.


 Foletto, P. R., & Tavares, S. M. (2014). Especificidades da governança universitária: alguns aspectos. Gestão Universitária: Os Caminhos para a Excelência, 153.


Franco, M., & Morosini, M. C. (2005). Gestão democrática e autonomia universitária: educação superior no Brasil e o Mercosul. Série Documental-Textos para Discussão, 20, 29-54.


Gesser, G. A. (2018). Accountability e transparência como elementos de governança nas universidades públicas brasileiras.


Kissler, L., & Heidemann, F. G. (2006). Governança pública: novo modelo regulatório para as relações entre Estado, mercado e sociedade? Revista de Administração Pública, 40, 479-499.


McCormick, R. E., & Meiners, R. E. (1988). University governance: A property rights perspective. The Journal of Law and Economics, 31(2), 423-442.


 


Meyer Jr, V. (2014). A prática da administração universitária: contribuições para a teoria. Revista Universidade em Debate, 2(1), 12-26.


Ranieri, N. (1994). Autonomia universitária: as universidades públicas e a Constituição Federal de 1988 (Vol. 3). Edusp.


Roczanski, C. R. M. (2009). Universidade pública e accountability: o caso da Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC.


Schlickmann, R., & Melo, P. A. D. (2012). Administração universitária: em busca de uma epistemologia. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 17, 155-178.


Secchi, L. (2009). Modelos organizacionais e reformas da administração pública. Revista de Administração Pública, 43, 347-369.


Tribunal de Contas da União. (2014, 1 de janeiro). Referencial básico de governança aplicável a órgãos e entidades da Administração pública. Portal do Tribunal de Contas da União. http://portal.tcu.gov.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp


Universidade Federal de Santa Catarina. (2020, 6 de janeiro). Estatuto da UFSC. Portal da Universidade Federal de Santa Catarina. http://cun.orgaosdeliberativos.ufsc.br/estatuto-da-ufsc


Universidade Federal de Santa Catarina. (2016, 1 de janeiro). Regimento Geral da UFSC. Portal da Universidade Federal de Santa Catarina. http://cun.orgaosdeliberativos.ufsc.br/regimento-geral-da-ufsc/


Universidade Federal de Santa Catarina. (2004, 1 de janeiro). Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI 2004-2009. Portal da Universidade Federal de Santa Catarina. https://pdi.ufsc.br/pdi- 2004-2009/


Universidade Federal de Santa Catarina. (2010, 1 de junho). Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI 2010-2014. Portal da Universidade Federal de Santa Catarina. https://pdi.ufsc.br/pdi- 2010-2014/


Universidade Federal de Santa Catarina. (2015, 1 de agosto). Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI 2015-2019. Portal da Universidade Federal de Santa Catarina. https://pdi.ufsc.br/pdi-2015-2019/


World Bank. (2017). Governance and the Law. Washington D.C.

Detalhes do artigo

Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)