A rádio informativa portuguesa na Internet – o estado da arte

Luís Bonixe

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2010v7n2p332

A rádio está a mudar e dirão alguns que nunca mudou tanto como agora. Se é verdade que a história do meio radiofónico está plena de acontecimentos sociais, culturais e tecnológicos que obrigaram a rádio a modificar-se, não é menos verdadeiro que nunca como agora, com a sua presença na Internet, as suas características definidoras e genéticas foram postas em causa de uma forma tão incisiva. A rádio, enquanto meio de comunicação, sempre se definiu a partir, sobretudo, de duas características específicas: o seu carácter sonoro e a sua emissão contínua temporalmente. Com a presença na Internet, essas características deixaram de fazer a mesma diferença porquanto esta "nova rádio" somou ao som, a imagem, as hiperligações, as redes sociais e demais ferramentas online. O presente artigo tem por objectivo caracterizar e analisar a forma como este cenário está a determinar a definição de políticas, estratégias e narrativas na rádio informativa portuguesa.

 


Palavras-chave


Rádio; Jornalismo; Internet

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2010v7n2p332

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons