Sobre a Revista

Foco e Escopo

A Revista Estudos em Jornalismo e Mídia tem como objetivo contribuir para o avanço na reflexão científica com foco no Jornalismo e com interesse nas suas relações com a sociedade, o mercado e a academia. Editada pelo Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, a publicação reúne artigos, reflexões, resenhas, entrevistas e relatos de pesquisa assinados por autores brasileiros e estrangeiros. A Revista Estudos em Jornalismo e Mídia tem periodicidade semestral, recebe submissões em fluxo contínuo, circula integralmente em versão eletrônica, e é gratuita.

A EJM foi o primeiro periódico científico da área da Comunicação no Brasil a adotar o DOI, o Digital Object Identifier, código atribuído a cada um dos artigos e que auxilia na catalogação e permite a rápida recuperação de seus dados.

Processo de Avaliação pelos Pares

A publicação dos artigos encaminhados está condicionada a pareceres de ao menos dois membros do Conselho Editorial da revista ou de avaliadores convidados pela Comissão Editorial.
Os procedimentos adotados pelo periódico para análise e aprovação de originais atendem às normas internacionalmente consagradas: avaliação cega e por pares, reforçando impessoalidade, rigor científico e adequação editorial.
Pareceristas recebem originais anônimos para análise, ao passo que os autores têm no final do processo acesso às avaliações de seus textos, também sem a identificação dos pares. Na distribuição dos originais aos avaliadores serão evitadas situações de conflito de interesse ou outras que prejudiquem a análise competente e justa dos textos.
Resenhas, Entrevistas e Comentários serão analisados no âmbito da Comissão Editorial. Não caberá recurso ao trabalho recusado.

Periodicidade

Semestral. Impressa de 2002 a 2008.
Exclusivamente eletrônica a partir de 2008.

Recebimento de submissões: Fluxo Contínuo.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Qualis

Ciências Sociais Aplicadas I: B1

Estatísticas

Awstats - julho 2008 a junho 2017

Google Acadêmico - Artigos mais citados

Metabase - Estatísticas Counter e Google Analytics - 2017 - presente

Taxas para submissão e publicação de textos

A Estudos em Jornalismo e Mídia (EJM) não cobra taxas de submissão e de processamento de artigos (APCs).

Política Antiplágio

Antes de serem enviados à avaliação dos pareceristas externos ou a qualquer tempo durante o processo editorial, os artigos submetidos à revista Estudos em Jornalismo e Mídia serão verificados por software para identificação de plágio e/ou autoplágio. Os autores devem garantir a originalidade dos manuscritos e, caso utilizem artigos de outros autores, eles devem ser corretamente citados. Por isso, é possível que os autores recebam eventuais questionamentos durante o processo de avaliação do trabalho submetido, referente às indicações apontadas pelo software utilizado. Todas as colaborações enviadas à revista Estudos em Jornalismo e Mídia são submetidas ao software antiplágio Viper.  No caso de plágio, um parágrafo é suficiente para ser devolvido ao autor, com a indicação do problema. No caso de autoplágio, o máximo permitido é de 10% do texto ou 50% quando for resultado de dissertação de mestrado ou tese de doutorado. Acima disso, o artigo é devolvido, com a indicação do problema. Nesta etapa, o autor pode fazer as alterações necessárias e voltar a submeter o artigo à avaliação da Revista. No caso de plágio não identificado pelo software e denunciado após a publicação do artigo, a Revista fará as investigações necessárias e, se confirmado, fará a retratação, seguindo as orientações do COPE (Committee on Publication Ethics), disponível em:  http://publicationethics.org/resources/guidelines.

Diretrizes para avaliadores

Na avaliação dos artigos, os pareceristas devem considerar os seguintes aspectos:

  • Qualidade do texto (gramática, estilística, vocabulário, linguagem científica, clareza das ideias, deduções adequadas às premissas, apropriada utilização de citações e correta aplicação das normas da ABNT – sistema autor-data (onde se inclui o resumo, o título e as palavras-chave);
  • Conteúdo teórico e empírico;
  • Domínio da literatura científica;
  • Atualidade do tema;
  • Contribuição relevante para área do conhecimento;
  • Pertinência da escolha da metodologia e sua correta aplicação;
  • Originalidade do tratamento do tema;
  • Consistência e rigor da abordagem;
  • Correta estrutura de texto e boa qualidade de redação;
  • Importância dos achados;
  • Os resultados encontrados devem ser apresentados com clareza ao longo do texto ou nas considerações finais.

Se o artigo atente a esses critérios, o avaliador deve recomendar a aceitação do texto. Caso contrário, poderá recusar o artigo ou sugerir modificações para nova avaliação. Nesse caso, a Comissão Editorial encaminhará as sugestões de reformulações ao autor, que terá prazo para reformular, atender às observações dos pareceristas e submeter novamente à Comissão Editorial via sistema da revista.

Histórico do periódico

A revista Estudos em Jornalismo e Mídia foi criada em 2004 no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR). Com circulação semestral e submissões em fluxo contínuo, a publicação veicula artigos, entrevistas e comentários de autores brasileiros e estrangeiros, nos idiomas português, inglês e espanhol.

A versão impressa da revista circulou até 2008, quando a EJM adotou o sistema SEER/Ibict para editorar eletronicamente suas edições.

A EJM é um periódico científico classificado como B1 no Sistema Qualis/Capes de publicações.