Os cafés como espaços de comunicação

Glauco Rodrigues Cortez

Resumo


 

O presente artigo analisa a importância dos Cafés, durante os séculos XVII e XVIII, para a constituição dos espaços de comunicação. Eles aparecem como uma radical transformação no espaço da mediação social porque, pela primeira vez, esse espaço é reivindicado por particulares. O artigo procura mostrar como foi possível essa mu¬dança, ou seja, como a presença de instrumentos como igualdade, diálogo e capacid¬ade de reunir diferenças foram fundamentais para sua legitimação como espaço de mediação social. Além disso, analisa os clubes privados e sua incapacidade para se constituir como espaço de mediação social.


Palavras-chave


Cafés; Espaço público; Comunicação; Mídia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2008v5n2p187

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons