Princípio, meio e fim da cordata Gazeta

Álvaro Nunes Larangeira

Resumo


 

O artigo contextualiza a história da Gazeta do Rio de Janeiro, o primeiro jornal editado no Brasil, recorrendo ao contexto predecessor à saída da família real e da corte portuguesa para o Brasil, à correlação das forças no conselho do Estado e do prestígio das mesmas com D. João em terras brasileiras, aos personagens idealizadores da impressão régia e da criação do periódico, à inserção do jornal num campo jornalístico fiscalizado e controlado pela Coroa e às novas condições para a insurgência da imprensa no ponto de vista propositivo, posicionado e questionador. Verifica, também, a conseqüente reformulação e readequação editorial da Gazeta do Rio de Janeiro aos novos tempos e processos históricos, como as revoltas republicanas em Pernambuco e Lisboa, a revolução constitucionalista do Porto e o movimento da independência brasileira.


Palavras-chave


Gazeta do Rio de Janeiro; Jornalismo; Pesquisa histórica; Imprensa; Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2008v5n2p81

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons