<i>Webjornalismo</i> participativo como estratégia de legitimação

Autores

  • Eugenia Mariano Barichello UFSM
  • Luciana Menezes Carvalho UFSM

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2009v6n1p175

Palavras-chave:

Webjornalismo participativo, Auto-referencialidade, Estratégias de comunicação, Midiatização, Legitimação, Participative web journalis, Self-referentiality, Communication strategies, Mediatisation, Legitimacy

Resumo

 

Este artigo propõe uma reflexão sobre as práticas do webjornalismo participativo e a questão da auto-referencialidade enquanto estratégia de legitimação do campo jornalístico. Divide-se em três partes: a primeira aborda o fazer jornalístico, situando-o sob as lógicas da sociedade dos meios e da midiatização; a segunda aproxima as noções de webjornalismo participativo e auto-referencialidade para discutir a adoção destas práticas de exteriorização do fazer jornalístico. Finalmente, são colocadas algumas questões sobre o que esses fenômenos de abertura do campo podem representar em termos de legitimação/deslegitimação do próprio jornalismo enquanto instituição.

Biografia do Autor

Eugenia Mariano Barichello, UFSM

Eugenia Maria Mariano da Rocha Barichello possui graduação em comunicação social pela Universidade Federal de Santa Maria (1975) e doutorado em comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Atualmente e professora adjunta da UFSM e líder do Grupo de Pesquisa em Comunicação Institucional e Organizacional do CNPq. Publicou 27 artigos em periódicos especializados e 109 trabalhos em anais de eventos. É autora de quatro livros e 12 capítulos. Orientou 27 trabalhos de iniciação cientifica e 71 trabalhos de conclusão de graduação, especialização e mestrado na área de comunicação. Participou de 149 bancas de monografias, dissertações ou teses. Recebeu oito prêmios e/ou homenagens. Atualmente coordena um projeto de pesquisa. Atua na área de comunicação institucional. Em seu currículo lattes os termos mais frequentes na contextualização da produção cientifica, tecnológica e artistico-cultural são: comunicação midiatica, comunicação e cultura, estratégias de comunicação, comunicação institucional, comunicação e legitimidade, midiatização e processos comunicacionais. Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Luciana Menezes Carvalho, UFSM

Luciana Menezes é jornalista (UFSM), com Especialização em Comunicação Midiática (UFSM) e em Projetos Sociais e Culturais (UFRGS), aluna especial do mestrado em Comunicação (UFSM)

Downloads

Publicado

2009-07-03