Jornalismo Literário: a realidade de forma autoral e humanizada

Autores

  • Monica Martinez Universidade Metodista da São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2009v6n1p71

Palavras-chave:

Comunicação, Jornalismo, Jornalismo Literário, História do Jornalismo, Communication, Journalism, Literary Journalism, Journalism History

Resumo

 

O Jornalismo Literário é um gênero fronteiriço, que tira partido das técnicas literárias e dos elementos básicos jornalísticos, como levantamento de informações, para produzir um texto bem apurado e escrito. A história do Jornalismo Literário começa bem antes de sua fase mais famosa, o Novo Jornalismo norte-americano dos anos 1960, com o trio formado por Gay Talese, Truman Capote e Norman Mailer. É que as origens dessa escola remontam aos escritores europeus do século 17, como Daniel Defoe. No Brasil, marcos são Euclides da Cunha e João do Rio, pseudônimo do multimídia da época Paulo Barreto. A revista Realidade e o Jornal da Tarde continuam referências, num cenário que tem se aberto com a criação de revistas com Brasileiros e Piauí, além de sites. Os livros-reportagem seguem sendo o lugar onde a literatura e o jornalismo mais se encontram.

Biografia do Autor

Monica Martinez, Universidade Metodista da São Paulo

Monica Martinez, doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, é pos-doutoranda do Programa de Pós-Graduação da Universidade Metodista de São Paulo. É autora de Jornada do Herói: Estrutura Narrativa Mítica na Construção de Histórias de Vida em Jornalismo (Annablume/Fapesp, 2008)

Downloads

Publicado

2009-07-03

Edição

Seção

Núcleo Temático