Práticas jornalísticas e políticas públicas: estudo dos indicadores de análise das coberturas sobre crianças e adolescentes

Leonel Aguiar, Vinicius Neder

Resumo


 

Este artigo descreve os resultados de uma pesquisa baseada na análise das coberturas sobre a exclusão social de crianças e adolescentes, destacando alguns pontos de reflexão sobre a relação entre as práticas jornalísticas e as políticas públicas. É enfatizado, sobretudo, o papel da referência às políticas públicas como indicador de uma determinada qualidade da cobertura jornalística, em uma análise de conteúdo comparativa entre o “noticiário cotidiano” e as “reportagens especiais” na mídia impressa. Apesar do maior espaço dedicado à temática dos direitos da infância e de juventude ao longo da década pesquisada, verifica-se que “parâmetros mínimos” da prática jornalística atenta a agenda das políticas públicas para crianças e adolescentes são mais dificilmente atendidos no “noticiário cotidiano” do que nas “reportagens especiais”.


Palavras-chave


Jornalismo impresso; Políticas públicas; Infância

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2010v7n2p226

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons