Mídias precursoras: transição e transgressão: atualidade da leitura de dois depoimentos do jornalista Marcus Faerman

Terezinha Fátima Tagé Dias Fernandes

Resumo


 

O conhecimento (ou reconhecimento) de textos produzidos nas  mídias auxilia na compreensão histórica e na recuperação de questões próximas relacionadas à imprensa e à diversidade cultural.  O presente estudo retoma como referência  os processos e fontes de constituição  de textos publicados na  imprensa brasileira nos anos  de 1970 do século XX em livros e em jornais alternativos. Considerando sempre os recursos tecnológicos de cada época, apresenta um segmento pouco   estudado das produções   de jornalistas  brasileiros. Destacamos, como exemplo, a leitura de dois textos do jornalista  Marcus  Faerman: “As palavras aprisionadas”, reflexões  para o Jornal Versus, Nº 7,  de dezembro de 1976  e “A Longa Aventurada  da Reportagem”, depoimento para o livro “Repórteres”, organizado por pelo jornalista Audálio Dantas em 1997.


Palavras-chave


História da mídia; Imprensa brasileira; Marcos Faerman

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2011v8n2p306

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons